06/07/2022

UIT revela que preço da internet aumentou no mundo todo em 2021

O Brasil está incluído na lista dos países em que a internet ficou mais cara.

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) e a Alliance for Affordable Internet (A4AI), em conjunto, realizaram uma pesquisa que revelou que pacotes de Internet fixa ficaram mais caros no mundo todo em 2021.

cruz-vermelha-surf-telecom-chips-internet-gratis
Foto: Reprodução Internet

O Brasil está incluído na lista dos países em que a internet ficou mais cara. O maior problema de todos, revelado na pesquisa é que os preços da banda larga fixa apresentados em 2021, representaram 3,5% da renda nacional bruta per capita (GNI) em 180 países – ou acima dos 2,9% registrados em 2020.

Aqui no nosso país, a Internet fixa exigiu 3,49% da renda nacional bruta per capita em 2021. Já em 2020, o indicador apontava para 2,51%, o que já era considerado um aumento em comparação com o ano anterior.

METAS FUTURAS

A Comissão de Banda Larga das Nações Unidas tem uma meta para os próximos anos. A organização quer que a conectividade corresponda a apenas 2% da renda nacional bruta per capita dos usuários.

No mundo todo, 96 economias cumpriram os objetivos para a banda larga móvel enquanto apenas 64 economias atingiram a meta da Comissão para preços de banda larga fixa.

Sobre isso, Doreen Bogdan-Martin, diretora do Departamento de Desenvolvimento de Telecomunicações da UIT, disse: “Essas descobertas são um sinal de alerta e uma melhoria significativa é necessária, já que a data-alvo de 2025 para alcançar as margens globais de acessibilidade de banda larga estão cada vez mais próximas”.

E completou: “As pessoas sacrificaram outros bens e serviços para manter o acesso confiável à Internet durante a pandemia do covid-19. Aqueles que puderam ficaram em grande parte conectados, mesmo a preços relativamente mais altos”.

“Pelo lado positivo, as operadoras de banda larga em muitos países aumentaram a franquia de dados incluída em suas cestas de referência. Os usuários que podiam pagar essas cestas, portanto, receberam maior valor pelo dinheiro”, concluiu a diretora.

SourceTeletime
Carolina Veneroso
Carolina Veneroso
Jornalista, formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como repórter, redatora e com produção de conteúdo há 5 anos. Apaixonada por entrevistar e conhecer pessoas e novas histórias.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x