18/05/2022

Oi incorpora nova fonte renovável em sua matriz energética

Operadora já possui cerca de 50% de sua matriz de energia proveniente de fontes renováveis e planeja chegar a 80% até o fim de 2022.

A Oi anunciou a ampliação da presença de fontes renováveis em sua matriz energética ao fechar um acordo para a compra de 20% da geração de energia da usina de biogás construída em Seropédica (RJ) pela EVA Energia, planta que será inaugurada oficialmente em fevereiro, onde prevê a entrega de 8,76 GWh/ano, suficiente para atender 6 mil residências.

Com o negócio, a biogás passa a compor a sua matriz de energia de fontes renováveis juntamente com a biomassa, solar e hídrica. Atualmente, aproximadamente 50% dessa matriz já é originada de fontes renováveis e a meta é aumentar o uso dessas fontes para 80% até o final de 2022 e alcançar 100% até 2025.

No acordo, a cada mês, a energia que a Oi receberá da usina de biogás será injetada na rede de concessionária de energia que atende a operadora no município de Seropédica. Sendo assim, 1.819 unidades da Oi atendidas pela concessionária terão desconto em fatura proporcional à quantidade de energia injetada pela usina. É estimado que com a aquisição, ocorra a redução de custo de R$ 2,5 milhões ao ano.

O contrato tem validade de cinco anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. Com a nova parceria, a Oi chega a 16 usinas contratadas até o final de 2021 para a produção de energia de fontes renováveis, sendo que até o final do 2º semestre de 2022, este número deverá subir para 32 usinas. O plano estratégico da companhia projeta uma economia superior a R$ 27 milhões nos gastos com o consumo de energia em 2022.

LEIA TAMBÉM:

–> Vivo inaugura 1º usina de geração distribuída de biogás em São Paulo

–> Vivo inaugura primeira usina de biogás na região Nordeste

–> Parte da operadora de satélites Hispamar é vendida pela Oi

O presidente da Oi, Rodrigo Abreu, afirma que

“A Oi busca sua sustentabilidade futura e isso implica o uso racional dos recursos, a eficiência de suas atividades, a qualidade de seus serviços. Paralelamente, a empresa trabalha junto a seus colaboradores, clientes e toda a cadeia de fornecedores para incentivar a mitigação de riscos e impactos ambientais. Além disso, sabemos da importância da conectividade para a inclusão social, e nisso a Oi já vem dando grande contribuição ao país”, afirma.

Práticas ESG da Oi

A operadora conta com uma Política de Sustentabilidade baseada nas práticas ESG, com compromisso com os pilares ambiental, social e de governança, priorizando os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) determinados pela Agenda 2030 da ONU.

A operadora possui programas de impacto social por meio de seu instituto, que tem o compromisso de fortalecer as questões sociais de sua pauta ESG. O Oi Futuro, que atua há mais de 20 anos em todas as regiões do Brasil, é o instituto de inovação e criatividade da empresa para impacto social e atua como um laboratório para cocriação de projetos transformadores nas áreas de Educação, Cultura e Empreendedorismo Social.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários