InícioEconomia e NegóciosNo primeiro mês do ano, geração de caixa da Oi fica negativa...

No primeiro mês do ano, geração de caixa da Oi fica negativa em R$ 517 milhões

Resultado negativo de janeiro é duas vezes maior do que o registrado em dezembro.

Imagem de um balanço financeiro e uma nota de R$ 50 e uma caneta sobre o documento.
Imagem ilustrativa.

A Oi teve uma geração de caixa operacional líquida negativa de R$ 517 milhões em janeiro deste ano, de acordo com o relatório mensal de atividades da empresa feito pelo escritório Arnold Wald, que administra a recuperação judicial da companhia.

Uma explicação para isso é que a Oi teve uma queda de 25% em seus recebimentos durante o primeiro mês do ano, faturando R$ 608 milhões a menos do que em dezembro.

No último mês do ano ano passado, aliás, a geração de caixa operacional líquida negativa da operadora foi de R$ 250 milhões, ou seja, o resultado negativo de janeiro é mais de duas vezes superior ao registrado em dezembro de 2020.

Os pagamentos e investimentos também caíram de R$ 525 milhões em dezembro para R$ 257 milhões em janeiro. Falando mais especificamente dos pagamentos, a diminuição mensal foi de 3,3%.


VIU ISSO?

–> Credores aprovam plano de reestruturação da Oi

–> Oi oficializa venda de ativos para a Highline

–> Oi repudia matéria da VEJA que prevê falência da companhia

A explicação do relatório para a queda dos recebimentos da empresa é de que a diminuição está “relacionada com recebimentos pontuais de clientes governamentais, de outras operadoras e com a elevação da recarga do pré-pago“, ocorridas em dezembro do ano passado.

O relatório ainda cita entre os motivos da queda, o menor número de dias úteis em janeiro, além da diminuição dos recebimentos intercompany dos serviços de interconexão.

Outra redução, de R$ 198 milhões, foi observada nas operações intra-grupo. O montande diz respeito às operações de adiantamento para um aumento futuro de capital da InfraCo, que irá concentrar os investimentos em fibra óptica da Oi.

Isso significa que no primeiro mês de 2021, o saldo do caixa financeiro da Oi foi negativo em R$ 712 milhões, resultando na quantia de R$ 3,260 bilhões. Isso representa uma queda mensal de 17,9%.

Em relação a queda do capex, a Oi argumenta que a redução percebida em janeiro “não compromete a execução do plano estratégico de aceleração dos investimentos, principalmente em fibra óptica“.

Com informações de Teletime.

3 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários