InícioEconomia e NegóciosTIM e Enel X anunciam a construção de duas novas usinas solares...

TIM e Enel X anunciam a construção de duas novas usinas solares na Bahia

A operadora espera que mais de 90% do seu consumo de energia venha de fontes renováveis até 2025.

Diversas placas solares juntas.
Imagem ilustrativa.

A TIM e a Enel X Brasil iniciaram a construção de duas novas usinas solares, nas cidades de Ibititá e América Dourada, no estado da Bahia.

O comunicado, feito na última quarta-feira, 24, informa que o projeto contará com mais de 24 mil paneis solares, com capacidade de 9,919 MWp.

O projeto, em desenvolvimento desde abril do ano passado, deve impedir a emissão de, aproximadamente, 13.360 toneladas de CO2 por ano na atmosfera.

Isso faz da obra o maior projeto de geração de energia para um cliente Enel X na América Latina, e as usinas ficarão à disposição da TIM durante 15 anos.


O projeto vai atender 716 antenas da empresa na área de concessão da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). Espera-se que as usinas já estejam em operação no segundo semestre deste ano.

VIU ISSO?

–> Vivo inaugura usina de energia solar com capacidade de gerar 2.190 MWh/ano

–> TIM usará geração de energia renovável para reduzir custos

–> TIM terá maior usina de biogás do Brasil

A TIM conta hoje com 34 usinas de energia solar, hídrica e de biogás. O objetivo da operadora é chegar a 60 unidades até 2022, gerando por mês, 38GWh, o que é suficiente para abastecer uma cidade de cerca de 15 mil habitantes.

Segundo o Chief Business Support Officer da companhia, Bruno Gentil, a importância das fontes renováveis está tanto na redução de custos quanto na geração de energia limpa, que é uma demanda cada vez maior da sociedade.

Ele destaca ainda que esse tipo de projeto garante a preservação do meio ambiente e qualidade de vida da população.

“Contamos com parceiros como a Enel X, que priorizam soluções para o futuro, em projetos e investimentos que realizamos pelo país, em busca da eficiência energética”, afirma.

Já o responsável pela Enel X no Brasil, Francisco Scroffa, a construção de usinas solares em geração distribuída é um dos focos da empresa no país.

Ele também ressalta que, por conta da grande quantidade de recursos naturais, o Nordeste vem se destacando em relação a projetos desse tipo.

Em 2020, 74,5% do consumo de energia da TIM veio de fontes renováveis e o objetivo é que essa porcentagem cresça para mais de 90% até 2025.

Com informações de Assessoria de Imprensa.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários