Telefónica Vivo se une à AT&T para combater dona da Claro

Companhia espanhola pretende aumentar a sua participação no México, dominado pela América Móvil.

A gigante espanhola Telefónica, controladora da Vivo no Brasil, acaba de fechar um acordo para utilizar parte da infraestrutura da AT&T no México. Segundo especialistas, o negócio é estratégico e visa competir com a mexicana América Móvil, dona da Claro.

No acordo, torres, antenas e cabos de fibra óptica da AT&T serão utilizados pela Telefónica para fornecer serviços aos consumidores mexicanos. Com o negócio, a companhia deve economizar em torno de 230 milhões de euros (em torno de R$ 1 bilhão) por ano e ganhar fôlego no país.


A parceria pode diminuir o domínio da América Móvil, que detêm quase dois terços das linhas móveis do país.

A própria AT&T gastou bilhões no México, em 2015, comprando duas operadoras locais, para diminuir a participação no mercado da empresa local, ainda sem sucesso.

VIU ISSO?

–> Desejada por brasileiros, a AT&T é mesmo tudo o que dizem?

–> Dona da Claro prevê R$ 30 bilhões de investimentos no Brasil

–> Lucro líquido da Telefônica Vivo reduz 70% em um ano

“O que esse acordo faz é fortalecer a capacidade de competir”, disse Monica Aspe, vice-presidente de assuntos externos da AT&T México.

Segundo Camilo Aya, CEO da Telefónica no México, a parceria com a AT&T não é exclusiva, o que significa que a operadora poderá utilizar a infraestrutura de outras empresas.

Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

Com informações de EuroNews.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jefferson

A telefônica não quer é deter ninguém. Ela tem dívidas e quer é economizar. Não a toa já vendeu as suas operações na Guatemala e El Salvador para a própria Claro, sem falar que já sinalizou que quer vender a operação do México.
Parece que o único país onde as pessoas aceitam pagar mais por menos é o Brasil, pq fora dele, a Telefônica precisar se adaptar, e muito.

Cidade - UF
Recife - PE
Jose Everaldo da Silva

Será muito bom,e saudável a vinda de concorrentes com esta empresinha desqualificacda Sky.(no tratamento e respeito aos clientes)Esta empresa ficou de fazer uma reativação de assinatura,o técnico me trantornou pra ir a minha casa.Ligava logo cedo.Dizia que estava indo não ia.Nisso eu perdi varios dias esperando este irresponsável Por fim,cancelei o pedido de reativação.Que seria eles instalarem o aparelho decodificador e os demais procedimentos. Resumo:Eu não quis o serviço, não contratei o serviço e me mandaram a fatura dizendo que o serviço havia sido feito.E pra piorar,protestaram meu CPF.Sem eu dever o que quer que seja.Aproveito para aconselhar aquem esteja… Leia mais »

Cidade - UF
Sao Paulo-SP