Teles são melhores avaliadas quanto aos seus serviços prestados

A melhora geral de funcionamento e qualidade de alguns serviços já consolidados é fundamental para a manutenção e crescimento do setor no Brasil.


Pesquisas recentes feitas pela Anatel, a Agência Nacional de Telecomunicações, mostra um aumento no índice de satisfação dos consumidores com relação aos serviços de telefonia fixa e móvel pós-paga e pré-paga, os principais serviços de telefonia prestados no Brasil.

O resultado da pesquisa foi divulgado dia 11/03, segunda-feira, e contou com a participação de cerca de 100 mil clientes das mais diversas empresas telefônicas e que utilizam estes serviços.

Foram considerados pontos como a satisfação geral do cliente com a empresa, sua percepção quanto a qualidade de canais de atendimento, solicitações de reparo e instalação, facilidade e assertividade de cobrança e o funcionamento dos serviços.

A pior avaliada em termos de operação de telefonia pós-paga foi a Oi no estado do Rio de Janeiro, recebendo nota 6,28. Já a Porto Seguro, empresa também do Rio de Janeiro, recebeu a maior nota de satisfação geral para este serviço, alcançando a nota 8,83. As notas na pesquisa variaram de 0 até 10.

Com relação a telefonia pré-paga, a empresa mais bem avaliada foi a Nextel, no Rio de Janeiro, obtendo nota 8,21. Ao passo que a Vivo amargurou a pior avaliação, em Mato Grosso, com uma média de 6,46.

Isto reafirma um comportamento que tem ocorrido desde 2015, onde empresas de pequeno porte, em geral, conseguem melhores médias quanto à satisfação de seus serviços quando comparadas com as de grande porte.

Em termos de média nacional, a telefonia pós-paga obteve a maior nota (7,32), seguida dos serviços de telefonia pré-paga (7,19). Quanto à primeira categoria, o quesito cobrança foi mais bem avaliado, enquanto os piores avaliados foram atendimento e resolução. Já a segunda categoria obteve melhor avaliação em funcionamento e a pior em resolução de problemas.

VIU ISSO?



Percebeu-se com a pesquisa um crescimento também na média de satisfação geral, a nível nacional, dos serviços de telefonia fixa com relação à pesquisa anterior. A TIM em Pernambuco conseguiu a maior nota (8,27), já a Oi na Bahia foi a pior avaliada (6,1).

Ainda assim, o saldo foi positivo com relação ao ano anterior, já que houve um aumento em todos os indicadores de qualidade. As empresas demonstraram ter melhorado a qualidade de funcionamento de suas linhas, mas ainda deixam a desejar quanto à qualidade dos serviços de atendimento e resolução de problemas.

Recentemente a Anatel divulgou que o leilão de faixas de frequência 5G estão previstas para 2020. Esta nova tecnologia seria mais um incremento aos bem-avaliados serviços já oferecidos de telefonia móvel no Brasil. Entretanto, há de se ter o cuidado ao oferecê-lo, já que é importante fazê-lo de forma que satisfaça o consumidor final.

A melhora geral de funcionamento e qualidade de alguns serviços já consolidados é fundamental para a manutenção e crescimento do setor no Brasil. É importante que estas empresas fomentem constantemente o seu crescimento e tenham estrutura para oferecer serviços de tecnologias de ponta e os já consolidados com qualidade.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de