Oi apresenta soluções para cidades inteligentes

O Rio de Janeiro é um dos estados atendidos pelas soluções inteligentes da Oi.

A operadora brasileira Oi apresentou seus sistemas digitais para cidades inteligentes na 17ª edição do CIO Brasil GOV, que reúne líderes de Ti das principais instituições públicas do país. Essas soluções envolvem monitoramento de vídeo para projetos de segurança pública com foco em cidades inteligentes. Fiscalização Eletrônica, Gestão de Facilities (IoT) e Analytics (Big Data), também fazem parte.

 
“Este encontro é uma excelente oportunidade para apresentar nossas soluções digitais voltadas para as empresas, especialmente do setor público. Nossos projetos especiais para vigilância visam garantir uma melhor gestão por parte dos órgãos públicos. Colocamos a nossa tecnologia e inteligência para atender as demandas das cidades inteligentes que consequentemente impactam em uma melhor qualidade de vida aos cidadãos”, afirmou Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing do Corporativo da Oi.

No Rio de Janeiro, a Oi forneceu à Secretaria de segurança pública estadual sistemas de monitoramento urbano através de videovigilância com análises, o que permite o reconhecimento facial e a leitura de sinais para localizar pessoas e veículos suspeitos e identificar padrões de comportamentos e situações de risco. 

VIU ISSO?
 
As soluções de vigilância integradas da Oi também estão em operação nas cidades de Búzios e Niterói, e também nos Estados de Pernambuco e Sergipe, entregando serviços de rede e conectividade, segurança cibernética, monitoramento de vídeo, reconhecimento facial, IoT, Analytics e Big Data.
A operadora diz que, com suas soluções de Segurança, IoT, Big Data, Cloud e Data Center, Serviços Gerenciados, além de dados e voz, já atende a 5 mil grupos entre empresas públicas e privadas. 

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários