China realiza primeira cirurgia remota via rede 5G

Cirurgia remota foi possível graças a baixa latência oferecido pelo 5G. 

Huawei, China Unicom Fujian Branch, e o Hospital Hepatobiliar Mengchao da Univers idae Médica de Fujian e Suzhou Kangduo Robot Co., Ltd. realizaram a primeira experiencia de cirurgia assistida 5G do mundo no Instituto de Investigação do Sudeste da China Unicom em Fujian.
Através da transmissão de sinal tecnologia 5G em tempo real, a cirurgia foi realizada no Instituto de Pesquisa do Sudeste da China Unicom, executando a extração de um fígado de um animal a 50 quilômetros do instituto, tudo disso graças aos avanços promovidos pelo 5G, principalmente em relação a latência, inferior a 0,1 segundo. 


A cirurgia durou cerca de 60 minutos. Durante esse tempo, o médico estava trabalhando remotamente, enquanto o braço robótico realizava toda a operação. A cirurgia foi um sucesso. As feridas do animal sararam completamente e os sinais vitais permaneceram estáveis.

Liu Jingfeng, decano do Hospital Hepatobiliar Mengchao diz que com os avanços da largura de banda, baixa latência e a internet das coisas, a tecnologia 5G será utilizada por robôs cirurgiões para permitir interconexões em tempo real e eliminar limites.



About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*