Atento nomeia Carlos López-Abadía como CEO

Executivo tem 30 anos de experiência na indústria de tecnologia e consultoria.


Carlos López-Abadía, que tem uma carreira de 30 anos na indústria de tecnologia e consultoria, foi nomeado como CEO da Atento S.Amultinacional de contact center, o executivo assume o posto que era ocupado por Alejandro Renyal, que ficou sete anos na companhia.

Até a sua nomeação como CEO da Atento, Carlos ocupou o cargo de Vice-Presidente e Gerente Geral da DXC Technology Consulting, sendo responsável pelos serviços de consultoria em transformação digital e alianças estratégicas na área de consultoria.

Anteriormente, Carlos também ocupou o cargo de vice-presidente de Serviços Globais da Misys, onde liderou a transformação de serviços e negócios de suporte de software e gerenciou uma rede global de prestação de serviços com base nos principais centros financeiros e locais offshore em todo o mundo. Outras experiências anteriores também incluem a posição de Diretor Administrativo da Accenture e posições de liderança no Level 3, McKinsey & Co e AT & T.

“É uma grande honra participar da Atento e de sua excepcional equipe de profissionais de grande talento e dedicação”, disse Carlos López-Abadía. 


VIU ISSO?


“A Atento tem um compromisso inigualável com a liderança do setor em soluções de experiência do cliente e terceirização de processos de negócios em seus mercados, gerando valor para seus clientes e partes interessadas. Este compromisso se estende à era digital e ao ambiente de negócios disruptivo em que as empresas desenvolvem suas atividades hoje. Estou muito contente por ter a oportunidade de liderar a equipe no que estou convencido de que será outro capítulo de sucesso para esta grande empresa “, completa o executivo.



About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

5 Comentários

  1. Esta é uma empresa multinacional que não tem nenhum respeito pelos seus funcionários, e tem como modos operandis a pressão negativa de trabalho. Com supervisores gritando o tempo todo sem nenhum compromisso com a qualidade do trabalho e com o respeito aos colaboradores, cobranças de metas irracionais, chegam ao ponto de coagir os funcionários a "empurrar" o produto a qualquer um não importando de que maneira, se a pessoa é um presidiário(veja o cúmulo, vender pacote para presidiário) ou uma pobre aposentada que mal tem dinheiro par os próprios remédios (são casos reais retirados do diário de trabalho).

  2. Falaram, falaram, mas não sei o que é "atento" até agora. Podem explicar?

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*