InícioNotíciasAlemanha estuda banir 5G da Huawei

Alemanha estuda banir 5G da Huawei

Alemanha deve se juntar aos muitos países que já baniram os equipamentos 5G da Huawei devido as suspeitas relacionadas a espionagem.


Mais um país pode entrar no hall daqueles que baniram as soluções 5G da chinesa Huawei. A Alemanha. Segundo fontes do The Wall Street Journal o país está estudando endurecer as exigências de segurança para a construção de redes 5G, de forma que inviabilize a utilização de equipamentos da gigante chinesa que está se enroscando cada vez mais com a questões relacionadas a espionagem.Mais de 20 países devem aderir ao boicote.

“Estamos realizando uma análise profunda entre os departamentos para ver como poderíamos mudar os requisitos de segurança de uma maneira que afeta a Huawei “, declarou uma fonte ligada ao governo.


Recentemente dois executivos da Huawei foram presos, sob suspeita de espionagem e violação de sansões. A primeira ação da Polícia foi no Canadá, que prendeu, em dezembro do ano passado,  Meng Wanzhou, diretora-executiva da Huawei, a pedido dos Estados Unidos. O segundo executivo, Weijing W, diretor da companhia, foi preso na última sexta-feira (11) na Polônia.
Os EUA estão pressionando seus aliados há meses para excluir o equipamento da Huawei de suas infraestruturas 5G, argumentando que esses dispositivos podem ser usados ​​pelo governo chinês para espionar .


VIU ISSO?


Fundador e presidente da Huawei, Ren Zhengfei, rejeitou as acusações de espionagem feitas à sua empresa e negou que as autoridades chinesas pediram para usar sua tecnologia para espionar seus clientes.
“Nenhuma lei na China exige que suas empresas instalem backdoors obrigatórios, e a Huawei nunca recebeu qualquer solicitação de qualquer governo para fornecer informações de maneira indevida”


William Plazahttps://www.minhaoperadora.com.br
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários