segunda-feira, 2 de julho de 2018

Clientes do Nordeste são os que mais desistem das operadoras

Em um ano, linhas móveis crescem em apenas cinco estados do Brasil, com maior aumento na região Norte.

O Brasil finalizou o mês de maio com 235 milhões de chips de celular ativos das principais operadoras móveis, com destaque mais recente de crescimento para a Nextel. Ainda assim, o número registrou uma queda de 2,75% em um ano e 0,11% em relação ao mês de abril. Foram 6,6 milhões de linhas a menos de maio de 2017 a maio de 2018, e os clientes da região Nordeste são os que mais desistiram de suas operadoras.

No período de um ano, a base móvel perdeu 2.945.933 de clientes na região Nordeste, e em um mês, segundo o último levantamento da Anatel, a queda também foi a maior, de 134.797 (-0,25%). De abril para maio, quase todas as regiões tiveram queda na base, com exceção do Norte, que acrescentou 43.021 linhas novas (+0,26%).




Todos os números podem ser analisados nas tabelas abaixo, que mostram o ranking das regiões do maior para o menor crescimento de linhas móveis no ano e no mês.


A região com maior número de clientes, no entanto, continua sendo a Sudeste, enquanto no Norte as operadoras se esforçam para conquistar mais clientes:

  • Sudeste: 109.223.467 linhas móveis
  • Nordeste: 55.050.046 linhas móveis
  • Sul: 34.759.982 linhas móveis
  • Centro-Oeste: 19.993.238 linhas móveis
  • Norte: 16.424.837 linhas móveis

Dentro das regiões, os únicos estados que representaram um crescimento na base móvel em maio, tanto na comparação mensal quanto anual, foram Amazonas, Amapá, Espírito Santo, Roraima e São Paulo.

De acordo com os dados divulgados pela Anatel, o estado de São Paulo concentra um total de 22,22% de todas as linhas móveis do país, com 62,5 milhões. O aumento de chips de abril para maio foi de 31.248 e 173.769 no em comparação com maio de 2017. Minas Gerais e Rio de Janeiro concentram 9,51% e 8,69%, respectivamente.

LEIA TAMBÉM:

Na região Nordeste, a Bahia é o estado com mais linhas móveis (6,08% do total); na região Sul, o Rio Grande do Sul lidera (5,76%); no Centro-Oeste, Goiás (3,34%), e na região Norte, Pará (3,11%).

Os estados que apresentaram crescimento no mês em linhas totais foram:
  1. RR: +4.695 (+0,95%)
  2. AC: +6.078 (+0,79%) 
  3. AM: +26.693 (+0,75%)
  4. AP: +4.833 (+0,67%)
  5. ES: +23.793 (+0,62%)
  6. PB: +16.141 (+0,39%)
  7. SE: +7.490 (+0,36%)
  8. MS: +9.043 (+0,28%)
  9. MT: +10.540 (+0,26%)
  10. PA: +10.678 (+0,15%)
  11. SP: +31.248 (+0,05%)
  12. GO: +2.084 (+0,03%)

Quanto ao crescimento anual, apenas os cinco mencionados se destacaram:

  1. RR: +21.795 (+4,54%)
  2. AM: +125.983 (+3,65%)
  3. AP: +9.687 (+1,35%)
  4. ES: +26.169 (+0,69%)
  5. SP: +173.769 (+0,28%)

Em relação às operadoras, Nextel, Claro, Oi e Vivo apresentaram, na ordem, os maiores crescimentos na base de abril para maio, enquanto Algar Telecom e TIM perderam clientes. Todos os números e comparativos entre as concorrentes podem ser acessados na matéria “Nextel chega a 3 milhões de clientes e é a que mais cresce no móvel”.

Sabemos, ainda, que as linhas móveis de 4G no país são as mais usadas no Brasil, com 49,12% do total – ou seja, 115,66 milhões. Em seguida vem o 3G, com 31,74% (74,73 milhões), e o 2G, com 12,05% (28,36 milhões).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.