Operadoras podem ser proibidas de enviar propagandas a clientes

Projeto de lei aprovado em comissões da Câmara prevê a proibição de propaganda por meio de SMS e ligações. 

Na última sexta-feira, 13, foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados, o projeto de lei, que proíbe o envio de mensagens de texto ou chamadas telefônicas de cunho publicitário realizadas pelas operadoras, caso não haja autorização dos clientes.

O texto já havia sido aprovado anteriormente pela Comissão de Defesa do Consumidor e pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. O texto deve se tornar uma lei federal e especial que o consumidor deve assinar uma autorização por escrito na hora da contratação do serviço, permitindo o envio de propaganda. 

De acordo com o projeto, a proibição valerá tanto para novos clientes como para clientes antigos. O consumidor também terá a opção de voltar atrás e manifestar o desejo de não receber mais propaganda de sua operadora. 

As operadoras também devem informar  a Anatel, todo os números autorizados a receber propagandas. A ideia é criar um cadastro com essas informações. O envio de propaganda sem permissão do usuário gera multa as operadoras.  O texto segue para o senado e se não houver recurso, será votado no plenário do Congresso Nacional. 

LEIA TAMBÉM:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários