Alerta por SMS chega em SC, PR e, daqui a um mês, em São Paulo

Enquanto em alguns estados já é possível fazer o cadastro no sistema de alerta de desastres naturais, em outros será preciso esperar até o ano que vem.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou que, a partir desta segunda-feira (16), todos os moradores do Paraná e de Santa Catarina já podem realizar o cadastro para receber mensagens de alerta de desastres naturais por SMS no celular.

Conforme o Minha Operadora noticiou há um mês, o serviço está sendo expandido para todo o Brasil, mas por partes. A Anatel separou os estados brasileiros em nove grupos com três estados, cada um com um cronograma diferente. São Paulo, que está no 1º grupo junto com PR e SC, terá a ativação somente daqui a um mês, em 16 de novembro.
No primeiro semestre do ano, o projeto já havia chegado em alguns municípios de Santa Catarina e do Paraná, mas como um piloto. Após o teste com mais de 600 mil moradores, agora pode ser utilizado por todos os catarinenses e paranaenses.
Quando o sistema de alerta estará disponível em minha cidade?
Fora os três primeiros estados do planejamento, o sistema de alerta por SMS chegará somente a mais três estados em 2017: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo, com cadastros autorizados a partir de 18 de dezembro.
Em 15 de janeiro de 2018 o sistema chega em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás e, em 19 de fevereiro, no Distrito Federal, em Mato Grosso e no Tocantins.
A expansão terminará daqui a cinco meses, em 19 de março, quando o serviço cobrirá os demais estados: Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Pará, Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima.
Como se cadastrar?
Após receber uma mensagem informativa da Defesa Civil Nacional, o usuário deve responder a mensagem para o número 40199 com o CEP de sua residência. Com esse cadastro, chegará uma mensagem avisando que o usuário passará a receber alertas de inundações, alagamentos, temporais e perigo de deslizamentos de terras. Se quiser cancelar, também é possível através do SMS.
LEIA TAMBÉM:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários