Oi é acusada de subornar advogados para enganar clientes na Justiça

Operadora subornava advogados das vítimas para convence-las a desistir das ações movidas, segundo investigações.

Foi descoberto no Rio Grande do Sul um esquema onde advogados de consumidores que entravam na Justiça contra a operadora Oi eram subornados para prejudicar seus clientes em causas milionárias, fazendo-os receber quantias menores das quais tinham direito.

Esses processos se arrastavam por anos, desde quando existia a antiga estatal do estado, a CRT, até a extinção da Brasil Telecom, que foi comprada pela Oi, ou seja, todas essas causas foram herdadas pela concessionária de telefonia.

Como se não bastasse a crise que atravessa, com uma dívida bilionária nas costas para quitar, a Oi ainda seria obrigada pela Justiça a pagar milhões para consumidores que foram lesados por suas antecessoras. Infelizmente, o caminho mais “fácil” encontrado pela operadora foi subornar os “defensores” de acusação e essa irregularidade pode ter movimentado mais de R$ 5 bilhões, de acordo com o Ministério Público.

Mais de 30 advogados com escritórios em Passo Fundo, Taquara e Porto Alegre são suspeitos, e há indícios que sete deles receberam para fazer acordos ou até desistir das causas, prejudicando seus próprios clientes. Entre os investigados, estão ex-integrantes do Judiciário e do MP, ligados ao escritório de advocacia de Passo Fundo.

A RBS TV, afiliada à Rede Globo no Rio Grande do Sul, produziu uma reportagem sobre o caso:



A Oi se defendeu por meio de nota:

“A Oi esclarece que até o momento a empresa não é objeto da investigação mencionada pela reportagem e, ao que tem conhecimento pela mídia, o fato é restrito a um suposto episódio envolvendo um dos prestadores de serviços jurídicos. A Oi acrescenta que confia na técnica e discernimento das autoridades investigativas e se coloca à disposição para prestar eventuais esclarecimentos a fim de contribuir com as apurações em curso.”

LEIA TAMBÉM:

COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
ROBERTO SANTOS NETTO

Sou cliente da Oi, acredito que esse testo deveria ser modificado, pelo que li na reportagem a Oi não tem nada com essa safadeza, a verdadeira culpada e a antiga operadora, Brasil Telecom, ou estou errando ?

V DiLaurentis

uma pena que a oi esteja em dificuldades. espero que eles se recuperem. isso seria ruim pois diminui a concorrência na telefonia móvel.