Grupo Oi tem falência decretada na Holanda

Operadora garante que decisão não afeta o processo de recuperação judicial que está em andamento no Brasil.

A Corte de Apelação da Holanda decidiu, nesta quarta-feira (19), decretar a falência de duas empresas do grupo brasileiro de telecomunicações Oi, Oi Brasil Holdings Coöperatief UA e Portugal Telecom International Finance B.V.
Em dezembro do ano passado, os credores das empresas no país haviam solicitado a falência das subsidiárias, mas a Justiça local havia recusado o pedido. Os solicitantes recorreram da decisão e dessa vez tiveram as reivindicações atendidas.
Por meio de comunicado ao mercado e aos acionistas em geral, o Grupo Oi informa que a decisão não interfere em absolutamente nada no processo de recuperação judicial das empresas que tramita no Brasil e que segue negociando com os credores. “Estas decisões de hoje da Corte de Apelação Holandesa estão restritas à jurisdição e lei holandesas, não são definitivas e serão objeto de recurso por parte da Oi Brasil Holdings e PTIF perante a Suprema Corte Holandesa”, afirma a empresa.
No momento da publicação desta reportagem (próximo às 13h), as ações preferenciais da Oi apresentavam queda de 4,27% e eram cotadas R$ 3,59. As ações ordinárias estavam sendo vendidas por R$ 4,43, queda de 4,73%.
LEIA TAMBÉM:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.

1 Comentário

  1. Isso nao afeta a Oi no Brasil, ao contrario ajuda a Oi a procurar uma saida logo…

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*