Anatel pede para que Vivo não reclame mais das obrigações do 4G

Operadora insiste em questionar os critérios usados para expansão da rede 4G.

A Vivo entrou com um recurso na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando a revisão da obrigação de a operadora ter que cobrir áreas urbanas próximas ao distrito sede de cada cidade. Segundo a operadora, esta obrigação ampliaria muito a cobertura, sem necessidade.

Segundo o edital do leilão das faixas de frequência para transmitir a internet de quarta geração, as empresas de telefonia responsáveis pela instalação dos equipamentos LTE devem cobrir até metade (50%) da área urbana próxima ao centro de cada município.

Em resposta, a Anatel decidiu manter todas as regras já acordadas tanto com a Vivo como com as demais operadoras, e solicitou que a empresa da Telefônica pare de questiona-las, pois seria um “enriquecimento sem causa” da empresa não cumpri-la. A Agência reforça ainda que desde o leilão de instalação da tecnologia 3G no país que adota a mesma regra, e nenhuma operadora reclamou até hoje do método utilizado.

Dados da internet 4G

Apesar de ter a liderança absoluta em cobertura de rede 3G, a Vivo perdeu a sua majestade no que se refere a instalação da 4G. A TIM é quem possui a cobertura majoritária da tecnologia no Brasil, com 411 municípios cobertos, seguida pela Claro (189 municípios), Vivo (183), Oi (147) e Nextel (10).


Leia também:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários