Estados Unidos rastreia localização de milhões de celulares do mundo

Edward Snowden pode estar vivendo pacificamente sob asilo político russo, mas os vazamentos de documentos relativos à espionagem da NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA) continuam surgindo. Desta vez, os documentos detalham que a agência possuía registros massivos de localização de celulares.

Até então, os documentos detalhavam acesso aos registros telefônicos dos cidadãos, mas não deixavam claro se havia ou não acesso aos metadados que incluíam a localização dos celulares. A suspeita foi confirmada agora, indicando um esforço gigante de monitoramento das pessoas.

E, como não poderia deixar de ser, os registros incluem dados de localização do mundo inteiro, graças ao grampo nos cabos que conectam as redes móveis globais. Na verdade, um dos gerentes de coleta afirma que o foco realmente eram os telefones de fora dos Estados Unidos.

“Analistas conseguem encontrar celulares em qualquer lugar do mundo, recuperar seus movimentos e expor relacionamentos escondidos entre indivíduos que os utilizaram”, afirma o artigo do Washington Post.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários