TIM quer mais prazo para apresentar plano de banda larga ao governo

A TIM tem planos de investir cerca de R$ 2 bilhões em banda larga a partir do Regime Especial de Tributação de Banda Larga (REPNBL-Redes), do Ministério das Comunicações, afirmou há pouco o presidente da operadora, Rodrigo Abreu, durante evento do setor de telecomunicações em São Paulo. O plano prevê a desoneração de 13 tipos de rede e seus respectivos percentuais a serem cumpridos em produção e tecnologia nacional.

O prazo inicial para as operadoras enviarem seus planos ao governo é 30 de junho. Mas Abreu gostaria que esse prazo fosse flexibilizado, para dois ou três meses mais. “O ponto absolutamente positivo do REPNBL é que ele é muito abrangente. Mas, por outro lado, isso leva tempo, porque você olha para várias áreas da empresa”, afirmou. “Gostaríamos de ter dois a três meses de extensão do prazo dada a magnitude do projeto. Estamos falando em projetos grandes, da ordem de R$ 2 bilhões”, disse. 

Segundo Abreu, a operadora não quer apresentar um projeto REPNBL só para cumprir com o prazo e “deixar de ter o benefício mais apropriado para o setor”, afirmou. 

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários