Anatel e governo respondem a críticas da Proteste sobre 4G

O presidente da Anatel, João Resende, e o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, saíram em defesa do 4G depois de a organização Proteste recomendar aos consumidores que evitem a contratação do serviço.

“Seria antieconômico não apostar na nova tecnologia. Não vamos ficar tutelando a opção do consumidor”, disse Resende, durante evento de lançamento do 4G da Vivo, em São Paulo. Para ele, a melhor opção é “entupir” de reclamações as centrais de atendimento das operadoras caso a tecnologia não funcione. 

Paulo Bernardo afirmou que o consumidor é “inteligente” e saberá fazer suas próprias escolhas. “Teremos no Brasil o primeiro grande teste do 4G no mundo”, completou o ministro em referência ao legado da tecnologia para os próximos anos.

Esta semana, a Proteste enviou ofício à Anatel questionando a validade da comercialização dos planos de 4G. Segundo a organização, as operadoras fazem propaganda enganosa uma vez que a “tecnologia ainda cara, compatível com poucos celulares e disponível em poucas regiões de algumas cidades”.

Para saber mais sobre as críticas da Proteste, clique aqui.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários