Desoneração de smartphones sai neste mês, diz ministro

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, prometeu para os próximos dias a tão esperada desoneração para fabricação de smartphones em território nacional. Proposta será assinada pela presidente Dilma Rousseff ainda esse mês, ressalta. “Estamos muito satisfeitos. Fizemos a desoneração para a construção de redes de telecomunicações e nos próximos dias sai a desoneração dos smartphones”, afirma. “Quinta-feira passada (28/3), chegamos a um acordo com a Fazenda sobre o texto da desoneração. A ideia é que haja um teto para aparelhos até R$ 1,5 mil e estamos estudando se haverá outro teto para o 4G”.

Segundo o ministro (presente na inauguração da nova sede da Telefônica|Vivo), o atraso na assinatura da proposta foi causado por divergências entre os Ministérios envolvidos, principalmente em como tratar o decreto da desoneração.

Em 10 anos, o número de celulares ativos saltou de 43 para 264 milhões. De 2008 para cá, 65 milhões de aparelhos foram conectados. “Um dos problemas é o rápido crescimento e falta de infraestrutura. Ano passado o mercado 3G cresceu em 80%. Temos três vezes mais aparelhos hoje que em 2010”, lembra Bernardo, que levantou o tema para deixar claro que, por mais que saia a desoneração, injetando milhares de dispositivos móveis no mercado, é necessário pensar na disponibilidade de serviços junto às operadoras. “O setor precisa crescer e melhorar muito”, finaliza.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários