Modems 3G e 4G são repletos de falhas na segurança


Os modems de 3G e 4G, fornecidos por operadoras para utilizar internet móvel em computadores, têm grandes brechas de segurança, segundo dois especialistas russos. O alerta foi feito pelos pesquisadores Nikita Tarakanov e Oleg Kupreev na conferência de segurança Black Hat Europe 2013, em Amsterdã, Holanda.

Os modelos testados são os mesmos distribuídos ao redor do mundo, fabricados por empresas chinesas como a Huawei e ZTE. As falhas são das mais variadas. Por exemplo: o SoC (sistema no chip), utilizado em muitos modems, tem Bluetooth (vulnerável a invasões) que, por padrão, é desativado pelo firmware, mas pode facilmente ser ativado por um criminoso.

Normalmente os acessórios vêm acompanhados de um software que necessita ser instalado para conectar o usuário à internet. No entanto, tais programas também podem ser reescritos para fazer o usuário conectar-se a servidores DNS desconhecidos e forçá-lo a acessar sites maliciosos.

Também é possível criar uma cópia do sistema de arquivos do modem, que permite modificar e reescrever sua programação. A ferramenta para isso é fornecida pelas próprias fabricantes. Com isso, um vírus de computador pode facilmente espalhar-se no modem e infectar todos os outros PCs em que ele for conectado.

Os cibercriminosos ainda podem configurar o acessório para a vítima instalar softwares maliciosos no lugar dos antivírus. Para piorar a situação, com modems 3G e 4G, o hacker pode alterar o sistema de atualizações da operadora para infectar todos usuários que realizarem um update.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários