Vivo divulga seus resultados do ano de 2012

A Telefônica|Vivo registrou lucro líquido consolidado de R$ 1,474 bilhão no 4º trimestre de 2012, apenas 0,8% maior do que o mesmo período de 2011. No ano, o resultado ficou em R$ 4,452 bilhões no critério consolidado, aumento de 2,2% sobre os R$ 4,362 bilhões de 2011.

Segundo o grupo de telecomunicações, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da empresa no 4º trimestre foi de R$ 3,854 bilhões, também no critério consolidado, 16,5% superior ao do mesmo período de 2011. No acumulado de 2012, o Ebitda foi de R$ 12,705 bilhões, com margem de 37,4%. O aumento é de 22,4% em relação aos R$ 10,383 bilhões de 2011. 

A companhia telefônica explica no relatório que o Ebitda foi afetado pela venda de ativos não estratégicos no valor de R$ 675,7 milhões. No acumulado do ano, os efeitos não recorrentes decorrentes de venda de ativos e gastos com integração somaram R$ 1,142 bilhão.

A receita operacional líquida consolidada da operadora no período de outubro a dezembro de 2012 foi de R$ 8,910 bilhões, 3,6% maior que a de igual intervalo do ano anterior. Já no ano, a receita consolidada alcançou R$ 33,931 bilhões, aumento de 16,5% em comparação a 2011, quando foi de R$ 29,128 bilhões.

No 4º trimestre, o resultado financeiro líquido da operadora foi negativo, uma despesa 33,9% maior, de R$ 125,2 milhões, na comparação com o mesmo período de 2011.

Para fins de comparabilidade com o atual quadro de participação da companhia, a Telefônica|Vivo também divulgou em seu balanço o resultado combinado de 2011, uma projeção que juntou todas as empresas do grupo Telefônica com as do grupo Vivo, abrangendo, assim, as controladas Vivo, Telefônica Data, A. Telecom, Telefônica Sistema de Televisão, Ajato, GTR, TVA Sul Paraná, Lemontree, Comercial Cabo TV São Paulo, Aliança Atlântica, Companhia AIX de Participações e Companhia ACT de Participações.

Levando em consideração esse resultado comparativo, em 2011 o grupo teria lucrado R$ 5,072 bilhões, o que permitiria ver uma redução de 12,2% no resultado líquido em 2012. Ainda nesta base de comparação, a companhia teria registrado um Ebitda 5,6% maior do que 2011, quando a cifra teria ficado em R$ 12,034 bilhões, levando em consideração todas as controladas que tem hoje. A margem Ebitda combinada de 2011 era de 36,3%.

Em termos de receita operacional, em 2011 a Telefônica Brasil (Vivo) teria registrado, no critério combinado, R$ 33,171 bilhões, ou seja, o resultado de 2012 representaria alta de 2,3%, como consta em seu balanço divulgado nesta segunda-feira.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários