4G é a salvação da Huawei no Brasil

Para a Huawei, a implantação do 4G no Brasil é o caminho para retomar o crescimento no país. Em 2012, a empresa das telecomunicações chinesa registrou receita abaixo do esperado, com queda de 27%. A empresa fechará 2012 com receita de R$ 800 milhões. Em 2011, a companhia faturou R$ 1,1 bilhão no Brasil.

Segundo Veni Shone, presidente-executivo da Huawei no país, o revés no faturamento é explicado pela decisão das operadoras em reduzir os custos dos seus investimentos em infraestrutura. De acordo com o executivo, essa redução não deve permanecer por muito tempo, e é com essa previsão que a Huawei conta para alavancar seu faturamento em 2013.

Para 2013, as operadoras devem intensificar seus investimentos em infraestrutura com o início das operações das redes 4G e a melhoria do tráfego de dados e voz para a chegada de grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014. Segundo Shone, a fabricante tem contratos fechados com as operadoras para fornecer parte de suas estruturas para as novas redes de internet móvel, o que deve aumentar “um pouco” o resultado da empresa em 2013.

A Huawei será responsável pelos equipamentos em 40% da estrutura da Vivo, 38% da Claro e 25% da rede da TIM.

No começo de sua operação no Brasil, a chinesa se apresentou com preços mais baixos que a concorrência, ganhando mercado rapidamente, mas atualmente está em dificuldades para manter os preços baixos com os custos de produção no país. Mesmo assim, Shone destaca que a fabricante está modificando o seu sistema de produção para reduzir custos. A fabricante também planeja produzir no país celulares e conversores para TV digital a partir de 2013.

“Além dos custos trabalhistas, a carga tributária é tão alta que fica mais barato importar da China, que produzir localmente. É um desafio melhorar essa relação para ganhar competitividade”, disse.

O plano da Huawei é se tornar o fornecedor base de equipamentos para as infraestruturas de telecomunicação na América Latina, mercado em que a chinesa já ocupa uma boa fatia. A companhia conta com cerca de 4 mil funcionários no Brasil, com plantas em São Paulo, Rio, Curitiba e Campinas.

A Huawei encerrou 2011 com um aumento de 17% na receita em todo o mundo, fechando o período com US$ 32,4 bilhões, e queda de 50,6% no lucro líquido, para US$ 1,85 bilhão -, como resultado da demanda menor na Europa. Em 2012, o primeiro semestre rendeu uma queda de 10% nas vendas globais da companhia, conforme relatório da ABI Research.

Ainda assim, segundo a consultoria Dell’Oro, a Huawei ocupa o segundo lugar entre os maiores fabricantes de equipamentos de telecomunicações, com uma fatia de 22% no mercado mundial, atrás somente da Ericsson, que detém 34% do market share.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários