TIM apresenta plano de 800 páginas, mas não eleva investimentos

TIM confirmou que investimentos serão realocados, mas não elevados.


Principal empresa afetada pela decisão da Anatel em impedir a venda de chips, a TIM, que tem as vendas suspensas desde segunda-feira (23) em 18 estados e no Distrito Federal, apresentou nesta terça um detalhamento do seu plano de investimentos, com 800 páginas, para os próximo dois anos.

O recebimento do documento foi confirmado pelo superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos, durante reunião em Brasília. A apresentação do plano, e sua aprovação pela Anatel, é o caminho para tentar reverter a suspensão das vendas de novos chips. A empresa chegou a entrar na Justiça para reativar a venda de chips, mas teve seu pedido negado.

“Como todas as empresas, a TIM apresentou um plano bem grande. A TIM, de forma proativa, trouxe grande equipe e um plano de 800 páginas”, declarou Ramos. O primeiro encontro, ocorrido na semana passada, foi classificado como “tenso” pela Anatel. Ramos acrescentou, porém, que ainda faltam detalhes sobre a projeção de demanda da empresa para os próximos anos, e como vão atendê-la com investimentos em equipamentos e “call centers”.

“É uma questão de conversa sobre o plano e ver se a Anatel precisa de outros dados. Em algumas questões sobre projeção de demanda, e como vão absorver a demanda mensal, como vão atender com investimento em equipamentos e call center [faltaram detalhes]. Todas as empresas, de forma geral, têm uma previsão de demanda e como vão investir em equipamentos para suportar tráfego. A análise da TIM está sendo muito detalhada, pelo número de estados afetados”, afirmou Ramos, da Anatel.

Segundo o diretor de Assuntos Regulatórios da TIM, Mario Girasole, os investimentos da empresa, até 2014, continuam estimados em R$ 9,5 bilhões – o mesmo valor de antes da suspensão.

Do mesmo modo, o orçamento de investimentos previsto para este ano também não se alterou – permanecendo em R$ 3,5 bilhões. “O problema é conseguir gastar todo o dinheiro previsto. A chave é conseguir gastar todos os recursos”, afirmou ele, citando dificuldades, por exemplo, na instalação de antenas. 

Ele informou, porém, que estão sendo redirecionados R$ 451 milhões para o setor de atendimento à população neste ano (o dobro da dotação anterior).

O executivo da TIM declarou que saiu “satisfeito” da reunião com a Anatel. “Conseguimos mostrar um plano detalhado. Consideramos que estamos no caminho certo. Nesse momento, 100% do nosso foco é encontrar um caminho para tentar cumprir essa fase [de apresentação do plano pedido pela Anatel]. Estamos apresentando o plano nos moldes que a agência pediu. Estamos cumprindo também suspensão nas vendas de chips”, afirmou Girasole.

De acordo com o diretor da TIM, o presidente da Telecom Italia, controladora da empresa no Brasil, Franco Barnabé, virá ao Brasil nos próximos dias para definir a estratégia da empresa. “Por enquanto, vamos trabalhar na mesa técnica e não na judicial. Quem vai definir a estrategia é o Franco Barnabé”, declarou ele.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários