Vivo promete retirar torre instalada perto de presídio

A operadora Vivo garantiu que fará a retirada da torre instalada num terreno público no Bairro Jardim Noroeste, próximo ao Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A promessa foi feita ontem (25) durante reunião na Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). 
A Vivo garantiu a retirada da torre, mas ressaltou que será necessário um período para que a transferência do equipamento seja feita sem que os moradores da região enfrentem transtornos. A mesma negociação ocorre com as operadoras Claro e Oi, que utilizam o sinal da torre em Campo Grande, e Anatel, que regula o funcionamento dos equipamentos que fornecem sinal aos celulares.

O diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Deusdete Souza de Oliveira Filho, explicou que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) notificou as operadoras e cassou suas licenças ambientais. Com isso a Vivo, detentora da torre, teria um prazo de 30 dias para retirar o equipamento e bloquear o sinal no ambiente penitenciário. No entanto, o prazo está acabando e a Vivo então procurou a secretaria para solucionar o problema.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários