Problema deixa 600 linhas de telefone do governo de SP sem funcionar

COMPARTILHAR:

Pane começou na terça (17), após pedido de portabilidade.
Parte dos escritórios do governo do Estado de São Paulo vive um apagão em suas linhas telefônicas desde a terça-feira (17). Deixaram de funcionar 600 linhas que atendem as secretarias de Gestão , Desenvolvimento, Saneamento e Recursos Hídricos, Energia e Casa Civil. Estão paradas até mesmo linha de atendimento ao cidadão, como serviços de “fale conosco”.

De acordo com o diretor da Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS), Felipe Sigollo, o problema ocorreu durante a migração das linhas da operadora Vivo para a Smart Voip, que ganhou licitação para operar o serviço. No total, 800 linhas passarão a ser geridas pela Smart.

Segundo Sigollo, a Vivo, que adquiriu a Telefônica, começou o processo de portabilidade na sexta-feira (13). Passaram para as mãos da Voip inicialmente 200 linhas, pois a estratégia era fazer uma migração gradativa ao longo de 30 dias. Na terça, porém, as 600 linhas que ainda faltavam migrar, de acordo com Sigollo, pararam de funcionar.

A Vivo ainda não se manifestou sobre o problema.

Diante do problema, o governo do Estado resolveu pedir a migração imediata de todas as linhas. Segundo a Smart, se não houver mais problemas, isso deve ocorrer até a segunda-feira (23). É o tempo que demora o processo. A Smart, a nova operadora, tem que solicitar a migração à ABR Telecom, órgão habilitado pela Anatel para cuidar da portabilidade. Por meio da ABR, a Vivo repassa as linhas para a nova operadora.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários