Telefone social já está disponível

Famílias com renda total de até um salário mínimo já podem solicitar a instalação de telefone fixo com assinatura mensal entre R$ 12,62 e R$ 14,80 (valor com tributos).

O valor da assinatura será inferior ao do atual AICE (Agência no Regulamento do Acesso Individual Classe Especial), que é de R$ 24,14 com tributos; e ao da assinatura básica residencial convencional (R$ 40,24, com tributos).

Para assinar o chamado telefone popular, com franquia mensal de 90 minutos para chamadas locais entre telefones fixos, os interessados devem estar inscritos no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.

O AICE, conhecido como telefone popular, deve ser oferecido pelas concessionárias de telefonia fixa local (Oi, Vivo, Sercomtel e CTBCTelecom).

A partir de 8 de junho de 2013, o programa será ampliado para famílias com renda de até dois salários mínimos. A partir de 2014, serão atendidas todas as famílias incluídas no Cadastro Único.

Conforme a Anatel, para solicitar um telefone popular, o responsável familiar deve entrar em contato com a concessionária de sua região tendo em mãos o seu CPF e Número de Identificação Social.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários