Telefónica admite ter posição de quase 5% na PT

Espanhóis reduzem participação directa mas assumem ter posição longa de 4,9% na operadora.

A espanhola Telefónica assumiu ter uma posição longa de quase 5% no capital da Portugal Telecom (PT). A ex-parceira da PT na brasileira Vivo anunciou ao mercado a venda de 150 mil acções da PT, ficando com uma participação directa no capital de 1,998%. Contudo, no comunicado enviado à Comissão de Mercados e Valores Mobiliários (CMVM), admitiu também ter instrumentos financeiros que lhe conferem uma posição longa de 4,9% no capital da operadora liderada por Zeinal Bava.
A redução da participação da Telefónica na PT, que chegou a ser de 10%, esteve envolta em polémica. A espanhola, quando avançou com uma oferta de compra pela participação da PT na brasileira Vivo, foi proibida de votar, em interesse próprio, na assembleia-geral de accionistas que decidiria o futuro do negócio. A Telefónica decidiu então vender a maior parte do capital que detinha na PT, ficando apenas com uma participação de 2%.
A venda levantou suspeitas junto da CMVM, que quis ver os contratos de venda. O regulador de mercado concluiu que estes se tratavam de instrumentos financeiros, contratados a casas de investimento, e alguns bancos também ficaram impedidos de votar na reunião magna de accionistas – onde o Estado usou a ‘golden share’ para bloquear a venda. A participação da PT na Vivo, contudo, acabou por ser vendida à espanhola por 7,5 mil milhões de euros.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários