Operadora Oi negocia satélite com o governo brasileiro

Enquanto todas as atenções em Brasília estavam voltadas para a crise no ministério do Esporte, o presidente da Oi, Francisco Valim, teve uma discreta reunião essa semana com o ministro Paulo Bernardo, das Comunicações.
A conversa foi longa e abordou um tema considerado estratégico no Palácio do Planalto: a criação de um satélite brasileiro.
Valim pediu que a operadora seja uma parceira privada do governo.
Bernardo ficou de pensar, mas adiantou que Dilma ainda não decidiu se o projeto terá parceiros.
A ideia no Palácio do Planalto é que o aparato decole em 2014, junto com a campanha de reeleição de Dilma Rousseff e a tempo da Copa do Mundo.
Os recursos giram em torno de R$ 716 milhões, conforme previsto no Plano Plurianual que em agosto foi enviado para votação do Congresso.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários