segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Oi comemora 8 anos de atuação em São Paulo

O que você achou? 
Veja como foi o lançamento da Oi no estado de São Paulo, a promoção de inauguração e como está hoje o desempenho da operadora no território paulista.


Nesta segunda-feira, 24 de outubro de 2016, a Oi está completando exatos oito anos de operação no estado mais populoso do Brasil, São Paulo. No dia 19, a operadora preparou uma verdadeira festa para anunciar a sua chegada, com milhares de pessoas lotando pátios e praças das principais cidades paulistas para assistir a shows de grandes artistas, realizado em comemoração à chegada da empresa de telefonia.

Sete unidades móveis com equipamentos de última geração, 30 câmeras e seis up-links transmitiram os shows ao vivo, estrutura poucas vezes vista em eventos pelo país. As seis praças interagiam entre si através dos telões. Durante os intervalos dos shows, o público acompanhava ao vivo o que estava acontecendo nos outros palcos.

"Nós estamos em transmissão simultânea com o litoral, e com o interior, e aqui das margens do riacho do Ipiranga nós vamos dar um grito de liberdade", gritou do palco o cantor Paulo Miklos, na época vocalista da banda de rock Titãs. O grupo animou a festa na capital paulista, assim como fez a cantora Pitty, também presente no evento.

As bandas Quatro Fatos, Fresno e Capital Inicial agitaram Campinas. Mais de 20 mil pessoas lotaram a praça Arautos da Paz. O show da banda Capital Inicial levou a galera a loucura. Campinas também parou para ver o show da Esquadrilha Oi.

Das ondas para o palco: Teco Padaratz e Chris Oyens com a banda El Niño - os primeiros artistas do selo Oi Música. A banda CPM 22 também atraiu multidão para o Parque do Carmo. Strike e Fernandinho BeatBox dividiram o palco. Não faltou adrenalina: os skatistas deslizaram nas pistas do Parque do Carmo.

Os apresentadores - Bruno de Luca, Marcos Mion, Dani Monteiro, Penélope Nova e outros - também interagiam e mostravam para o público a animação de cada lugar. A grande surpresa do evento foi Chitãozinho cantando com Fresno.

"A ideia dos eventos acontecerem simultaneamente em várias cidades sempre com algumas participações inusitadas, eu acho que foi uma grande sacada da Oi", contou Dinho Ouro Preto, vocalista da banda Capital Inicial.

Ribeirão Preto recebeu a banda Jota Quest, teve ainda show de Nando Reis em Guarujá e lá em Bauru quem fez a festa foi Frejat e Lulu Santos.



Nos pontos Oi, seis monitores mostravam ao vivo o que estava rolando em cada praça. Na unidade master, todos os sinais das praças chegavam e eram transmitidos ao vivo para a internet. No total, foram cerca de seis horas de transmissão.

A tag #OiSP ficou entre as mais usadas do domingo (19/10/2008) em todo o mundo. No Twitter, só os 10 usuários mais seguidos impactaram outros 6.770 usuários, e os twitteiros cantaram juntos acompanhando a transmissão.

Na mídia, o megaevento da Oi também foi destaque, e os principais meios de comunicação de cada cidade deram ênfase a chegada da Oi no estado de São Paulo. Além do sucesso dos shows e da transmissão, as ações durante o evento também tiveram grande visibilidade. As vãs de desbloqueio espalhadas pelos parques chamaram muita atenção. No total, foram feitos 838 desbloqueios e foram vendidos 920 chips.

"Eu adorei, foi muito bom porque eu já tava querendo mesmo desbloquear meu celular, aí eu consegui desbloquear. Foi uma iniciativa muito boa", disse a estudante Karol Silva.

Para a própria Oi, seis pontos podem ser destacados como prova do resultado exitoso de um grande esforço dos organizadores dos eventos:

  1. Grandes shows
  2. Excelente público
  3. Identidade com a marca
  4. Resultado nas ações
  5. Transmissão do melhor de cada praça para a internet
  6. Seis eventos ao mesmo tempo com total interatividade

"Foi uma ótima ideia a Oi chegar em São Paulo porque vai revolucionar tudo", gritava animada uma das presentes em meio a um mar de gente.

Dia 19 de outubro de 2008 ficou marcado como um dia de comemoração à liberdade. O dia em que a Oi chegou a São Paulo.



Em tempo...

Dados do mês de agosto (os mais recentes divulgados pela Anatel até agora), mostram que a Oi ainda é a quarta maior operadora do estado de São Paulo em número de clientes, com 12% de participação do mercado paulista. Atualmente ela fica atrás de Vivo (33,7%), Claro (26,1%) e TIM (25,2%). Nextel (2,13%), Porto Seguro (0,5%) e Algar Telecom (0,2%) são as demais empresas que atuam na região.

O mais curioso foi que a Oi atingiu 3,5% de participação de 24 a 31 de outubro, ou seja, em apenas oito dias do seu nascimento, um desempenho extraordinário que nenhuma outra companhia conseguiu até hoje.

Preparamos um gráfico que mostra que o auge do crescimento da Oi em São Paulo foi no ano de 2011. Em novembro daquele ano a empresa conseguiu atingir 14,6% de market share, o maior desde que havia chegado no estado. De lá para cá, no entanto, as perdas de acessos se acentuaram.


Sobre a cobertura, 97% da população de São Paulo possui sinal da Oi.

Leia também:


2 comentários:

  1. A Oi chegou em Goiania no dia 24 de maio de 2009, um domingo.
    A Oi nao merecia estar nessa situacao.
    A Oi consegue ter a cara de jovem e cara de povao ao mesmo tempo, consegue unir os 2 mundos ao mesmo tempo.
    Espero que a Oi saia dessa recuperacao judicial mais forte.

    ResponderExcluir