Para sair da crise logo, Oi recebe apoio com a hashtag #SomosTodosOi

Funcionários e ex-funcionários rebatem comentários maldosos contra a empresa e dizem ter orgulho de trabalhar na Oi.

Para apoiar a Oi diante dessa grave crise financeira por qual a empresa está passando, funcionários, ex-funcionários, artistas e consumidores simpatizantes da operadora decidiram convocar uma manifestação de apoio pelas redes sociais com a hashtag #SomosTodosOi.

No Facebook e no Twitter, empregados da Oi, temendo perder seus empregos, exaltam a empresa que trabalham e preferem acreditar que toda essa turbulência é passageira. Angelo Costa, por exemplo, afirmou: “vamos sair dessa fortalecidos”. Ele também foi acompanhando por Paulo Souza: “sairemos mais fortes”, publicou.


 


 


A classe artística também torce para que a Oi se recupere o mais rápido possível. A companhia é uma das maiores patrocinadoras de eventos de arte, teatro e com o programa Oi Futuro, apoia centenas de organizações não governamentais (ONGs) pelo país.

O Oi Futuro está sofrendo por causa do enxugamento de despesas. Bia Junqueira, diretora do evento de artes cênicas Tempo Festival diz que fica apreensiva “porque o trabalho que a Oi vem fazendo na cultura é muito importante, não só no Rio, onde estão os centros culturais, mas em todo o Brasil […] É normal que haja uma inquietação, porque não são tantas as empresas sensíveis assim, que desenvolvem um projeto com esse alcance.


Na noite da segunda-feira, 20, a Oi virou destaque nacional e internacional ou anunciar que, para evitar um pedido de falência, iria solicitar apoio da Justiça para conseguir arcar com as suas dívidas. Veja a matéria com o anúncio completo da operadora.

Leia também:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
9 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários