segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

NET e GVT tiveram propagandas julgadas pelo Conar em outubro

O que você achou? 
Ambas as peças publicitárias denunciadas precisaram ser alteradas para continuar sendo exibidas.


Durante o mês de outubro, nove campanhas comerciais foram analisadas pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). Duas dessas campanhas foram criadas para promover os produtos das operadoras GVT e NET.

Para chegar a uma decisão, o Conar leva em consideração o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária.

Uma campanha pode ser:
  • Sustada - Quando o Conar decide interromper a veiculação da campanha denunciada;
  • Alterada - Quando é decidido que a empresa denunciada deve mudar algum termo ou elemento utilizado na campanha, se quiser que ela continue sendo veiculada;
  • Arquivada - Quando o Conar não vê motivos para tomar medidas contra a campanha denunciada.

Veja abaixo os comerciais denunciados.

GVT - A Operadora Com Os Clientes Mais Satisfeitos do Brasil
Denúncia: NET (em recurso)



Esta representação foi aberta a partir de reclamação da Net contra campanha em vários meios de comunicação da concorrente GVT, que destacou alegações de superioridade ("a operadora com os clientes mais satisfeitos do Brasil") e informações técnicas que considerou inverídicas. Segundo a Net, as afirmações não são devidamente sustentadas pelas pesquisas citadas.

A GVT defendeu-se, considerando verazes as afirmações e facilmente acessíveis pelo consumidor as fontes em que baseou as informações ora contestadas.

Em primeira instância, o Conselho de Ética deliberou por unanimidade pela recomendação de alteração da frase "mais de 6 milhões de clientes felizes", inserida em filme para a TV que divulga a chegada dos serviços da GVT à cidade de Ribeirão Preto (SP). As demais afirmações foram consideradas éticas.

A Net recorreu da decisão, provocando novo julgamento da representação pela Câmara Especial de Recursos, centrando seus argumentos nas afirmações de nível de satisfação dos clientes da GVT, considerando, inclusive, desatualizada a fonte de informação da pesquisa. Estes e outros argumentos convenceram os membros do Conselho de Ética, que votaram pela alteração das afirmações questionadas no recurso. Segundo a autora do voto vencedor, a pesquisa em que se baseou a afirmação foi realizada em um número restrito de praças, nas quais há maior concentração de clientes da GVT.

Foi a vez de a anunciante recorrer da decisão, que, por ter sido tomada por maioria de votos, permitiu recurso ao plenário do Conselho de Ética do Conar. Em sua defesa, a GVT demorou-se em explicações sobre o método da pesquisa, entre outros argumentos, que convenceram a relatora do recurso extraordinário. Ela propôs o arquivamento, voto aceito por maioria.

Resultado: A GVT saiu vencedora.

NET - Assine Net Combo HD e Só Pague a TV em Agosto
Denúncia: Vivo (em recurso)


Para a Vivo, informações essenciais à decisão do consumidor são apresentadas em letterings difíceis de serem lidos. Entre essas informações figuram os mercados nos quais as condições promocionais são válidas, a necessidade de contratação de determinados pacotes de serviços e a disponibilidade condicionada ao endereço do interessado, etc.

Em defesa enviada ao Conar, a Net negou motivação para a denúncia da concorrente, considerando o anúncio preciso, inclusive na menção ao preço, que corresponde ao pacote mais econômico disponível na promoção.

Em primeira instância, o Conselho de Ética, atendeu a sugestão do relator e votou pela alteração, de forma a tornar a peça publicitária mais clara em relação ao valor que deve ser pago pelo consumidor.

A Net recorreu da decisão, repisando seus argumentos iniciais. O relator do recurso os acolheu parcialmente, recomendando a alteração da forma de apresentação do lettering no terço final do filme, aumentando o tamanho das letras e o tempo de exposição. Seu voto foi aceito por unanimidade.

Resultado: A NET poderá continuar a veicular sua campanha, mas terá que alterar alguns elementos do anúncio.

Um comentário:

  1. A GVT isola clientes onde disponibiliza serviços em diveraos bairros em volta e no seu nunca tem disponibilidade.

    ResponderExcluir