18/06/2024

Projeto do MCom é escolhido para levar internet a 20 mil escolas

Ministério das Comunicações compartilhou que serão atendidas escolas em todas as regiões que estão distantes de redes de fibra óptica.

O Grupo de Acompanhamento do Custeio a Projetos de Conectividade de Escolas (Gape) selecionou o programa Novo Gesac, do Ministério das Comunicações, para fornecer internet via satélite a cerca de 20 mil escolas em áreas remotas do Brasil. Essas escolas estão localizadas em regiões onde a conexão por fibra óptica não é viável.

Segundo o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, esta iniciativa atende à missão dada pelo presidente Lula de proporcionar igualdade de condições educacionais para todos os alunos, independentemente de sua condição social, garantindo um programa sustentável a longo prazo.

“Esta é uma das principais missões que o presidente Lula nos deu, que é dar ao filho do pobre as mesmas condições de educação que o filho do rico, que estuda em uma escola particular. Estamos avançando com políticas bem estruturadas, que vão permitir um programa sustentável a longo prazo”.

O programa do Ministério das Comunicações, em parceria com a Telebras, utiliza o satélite brasileiro SGDC e outros satélites parceiros para fornecer internet de banda larga via conexão satelital às escolas que necessitam.

Essa iniciativa integra a Estratégia Nacional de Escolas Conectadas (Enec), lançada em setembro de 2023, com o objetivo de levar internet de banda larga e Wi-Fi para as 138 mil escolas públicas de ensino básico até 2026. O projeto visa universalizar a conectividade na educação básica e conta com um investimento total de R$ 8,8 bilhões.

Para escolas sem acesso à energia elétrica ou que dependem de geradores fósseis, será providenciada conexão à rede pública de energia ou fornecidos geradores fotovoltaicos.

O projeto Escolas Conectadas reúne várias políticas para conectar escolas, com financiamento principalmente do PAC, incluindo recursos do leilão do 5G, Fust, PIEC e Lei 14.172/2021. Além disso, há um montante adicional de R$ 2,3 bilhões, provenientes da Lei 14.172/2021, PIEC e FNDCT, para apoiar outros aspectos da Estratégia Nacional de Escolas Conectadas.

ViaMCom

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários