21/06/2024

Governo de Minas lança programa para levar internet para escolas

Serão investidos R$ 65 milhões, repassados pela União do Estado, para conectar as unidades escolares de todo o estado.

Nesta quinta-feira (17), por meio da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), o Governo de Minas anunciou o programa “Wi-fi nas Escolas” para levar acesso de internet de qualidade para as escolas da rede estadual de ensino. Para isso, serão investidos R$ 65 milhões, repassados pela União do Estado.

Com o programa, serão beneficiados cerca de 1,3 milhão de estudantes de mais de 2,1 mil escolas de todas as regiões do estado com a modernização da infraestrutura de rede sem fio. O “Wi-fi nas Escolas” será executado com recursos da lei federal 14.172 de 2021, conhecida como ‘Lei da Conectividade’, o programa consiste em adequar a conexão à internet das escolas para fins educacionais de estudantes e professores da rede pública de ensino.

O superintendente de Infraestrutura e Logística da SEE/MG, José Roberto Avelar, explica que “Isso foi planejado por uma equipe técnica delimitando número de equipamentos, internos e externos, pensando no tamanho das escolas e no número de acessos ao mesmo tempo de estudantes e profissionais que trabalham na unidade, gerando ganho para a educação e ensino e possibilitando acesso a todos os aplicativos e sites educacionais”.

Para a aquisição de equipamentos de roteamento serão investidos R$ 48 milhões, e outros R$ 17 milhões serão para a instalação e software. Para a contratação de provedores de internet, será mantido o fluxo atual, realizado por meio dos recursos de Manutenção e Custeio das escolas.

A previsão é que as instalações sejam iniciadas assim que houver a assinatura do contrato com a empresa que vencer a licitação, que deve ocorrer no início de setembro. O cronograma do contrato prevê a execução total das instalações em dez meses. Os valores correspondem à previsão inicial do programa. Porém, há possibilidade, prevista na Lei de Licitações e Contratos, de expansão de 25% na aquisição dos equipamentos no decorrer da execução do programa.

Além da conectividade nas escolas, o programa vai garantir aos servidores o acesso a serviços educacionais como o lançamento dos dados no Diário Escolar Digital (DED), em fase de reformulação, e na utilização de equipamentos, como os chromebooks, que já começaram a ser distribuídos na rede de ensino estadual.

O “Wi-fi nas Escolas” vai inclusive contemplar escolas que já possuem wi-fi, para que seja possível a padronização da capacidade de distribuição da internet nas áreas internas e externas das unidades de ensino.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários