19/04/2024

Vivo planeja atualizar redes privadas capazes de migrar para o 5G

Atualmente, todas as infraestruturas da operadora utilizam o 4G, mas será possível migrar para última geração, se for necessário.

A Vivo está se preparando para atualizar seus parques de conectividade montando em 4G para que eles possam suportar o 5G, se os clientes quiserem fazer a mudança. Até o momento, todas as redes privadas da operadora usam o 4G, mas se for necessário, é possível fazer a migração para a última geração da rede.

Leandro Rebouças, gerente de produtos da Telefónica Tech, contou em palestra no evento IoT e as Redes Privativas, que “Já deixamos toda a arquitetura da rede [privativa] preparada para isso, minimizando a transferência para o 5G”. “Hoje, com 4G, já é possível atender bem as empresa, mas nos preparamos para levar o 5G também”, complementou.

O executivo explicou que as empresas já estão considerando a infraestrutura de conectividade como insumo para suas atividades. Segundo ele, os setores que estão puxando a demanda por redes privativas são manufatura, mineração, óleo e gás, logística e utilities. Nesse segmento, a Vivo tem contrato com a Vale, onde fornece conectividade para atividades em minas subterrâneas e caminhões autônomos, e com a Petrobras, interconectando as operações em terra (onshore) e no mar (offshore).

Segundo ele, a operadora desenvolveu terminais resistentes a baixa e elevadas temperaturas, quedas e colisões, como aparelho celular, rede veicular, body cam e notebook otimizados para uso industrial, para melhorar desempenho para missões críticas.

“Temos que levar benefícios aos nossos clientes através de redução de custo, aumento de produtividade e ganho de eficiência. É uma visão de ecossistema em diversos movimentos. Hoje, a conectividade é um insumo para habilitar soluções e a interação homem-máquina”, afirmou Rebouças.

A Telefónica Tech é uma empresa-braço da Vivo criada há mais de um ano dedicada a soluções de Internet das Coisas (IoT), redes privativas e serviços digitais para o setor corporativo. Além disso, ainda conta com aplicações como big data e Inteligência Artificial (IA). “Queremos levar essa transformação de forma agregada ao nosso cliente”, pontuou o gerente da Telefónica Tech.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários