12/04/2024

MCom desenvolve novas ações de inclusão digital no Brasil

Ministério das Comunicações, o MCom, afirma que tem trabalhado para ampliar as possibilidade de levar inclusão digital para todos no país.

O Ministério das Comunicações (MCom) se diz empenhado em desenvolver o setor de telecomunicações e proporcionar inclusão digital a todos os brasileiros. Para esse fim, várias estratégias estão sendo discutidas para impulsionar a conectividade em todo o país. Recentemente, a Huawei apresentou ao ministro Juscelino Filho algumas sugestões para ajudar no avanço da digitalização no Brasil. 

Reunião do MCom

Essa reunião é resultado da parceria com o governo da China, que foi estabelecida durante a visita da comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao país asiático em abril.

Entre as sugestões da gigante chinesa de tecnologia, está a expansão da conectividade em escolas públicas brasileiras e centros de saúde. A Huawei destacou o trabalho realizado em parceria com o Governo da Bahia, que resultou na conexão de 1.000 escolas e na promoção de uma educação inteligente.

“Levar internet para todas as escolas públicas é uma prioridade do governo do presidente Lula. Com essa missão, estamos desenvolvendo estratégias junto às empresas de telecomunicações para que possamos levar conectividade aos alunos e às comunidades assistidas por esses centros de ensino. Levando inclusão digital, também levamos inclusão social”, destacou o ministro das Comunicações.

Huawei e 5G

A Huawei apresentou um panorama sobre o atual cenário da tecnologia 5G no Brasil, destacando alguns pontos que podem ajudar na ampliação da cobertura e melhoria da qualidade do sinal para todos. 

Durante a apresentação, os representantes da empresa compartilharam informações sobre a implantação do 5G em Xangai, na China, e explicaram quais passos foram seguidos para popularizar a tecnologia na cidade asiática.

Durante a viagem do ex-presidente Lula à China, o ministro das Comunicações assinou um Memorando de Entendimento com os chineses, estabelecendo o intercâmbio de informações sobre políticas, regulamentos e padrões técnicos de telecomunicações. 

Além de promover as pequenas e médias empresas dos dois países, o acordo visa à troca de visões sobre as principais pautas de tecnologias da informação e da comunicação nos foros internacionais, como a União Internacional de Telecomunicações (UIT) e o G20.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários