17/05/2024

China Telecom entra no mercado de nuvem e lança sua 1ª oferta

‘Estamos entusiasmados em oferecer nossas soluções em nuvem de classe mundial para empresas no Brasil’, diz diretor da empresa no país.

Nesta segunda-feira (15), a China Telecom do Brasil, provedora líder de serviços de telecomunicações e computação em nuvem, anunciou o lançamento dos serviços da eSurfing Cloud no país. A empresa lista ofertas nas áreas de disponibilidade da AWS, Microsoft Azure, Google Cloud (GCP), Alicloud e Tencent Cloud.

A China Telecom diz que, por meio de compras sob demanda, a nova oferta fornece às empresas a flexibilidade de acessar serviços de nuvem pública e privada, combinados com a segurança e o controle da nuvem privada.

Luis Fiallo, diretor da China Telecom do Brasil, explica que os serviços eSurfing Cloud “oferecem soluções flexíveis e escaláveis que podem atender às necessidades únicas em evolução das empresas na região”, e que o lançamento da oferta é um “compromisso contínuo de ajudar nossos clientes a atingir suas metas de negócios e a ter sucesso no cenário digital atual“.

“Estamos entusiasmados em oferecer nossas soluções em nuvem de classe mundial para empresas no Brasil”, disse Luis Fiallo.

Com os serviços da CTB eSurfing, as empresas poderão aproveitar as mais recentes tecnologias em nuvem, com o benefício adicional do suporte e expertise locais, além de poderem otimizar seu ambiente em nuvem, reduzindo custos e melhorando a eficiência. E ao mesmo tempo, mantendo altos níveis de segurança e conformidade.

Segundo a empresa, “os serviços eSurfing Cloud em São Paulo permitirão que os clientes se conectem em uma rede multi-nuvem global de mais de nove nós de nuvem pública, 30 nós de nuvem proprietária e mais de 200 nós de CDN”.

Além de oferecer acesso à nuvem pública, nuvem privada, nuvem híbrida e nuvem edge, a integração de rede em nuvem, segurança e ampla personalização, permite que os serviços de eSurfing Cloud sejam usados como transformação digital para pequenas, médias e grandes empresas.

A empresa lança seu serviço em uma área em crescimento no Brasil. Desde 2019, a adoção da nuvem no país aumentou quase 40%, além de ser esperado uma alta de 19% até 2033.

FonteYahoo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários