24/02/2024

Viasat lança internet banda larga pré-paga no Nordeste

Empresa de internet via satélite, a Viasat, chega ao Nordeste com o intuito de levar conectividade banda larga com maior custo benefício.

A Viasat lançou banda larga via satélite pré-paga no Nordeste. Chamado Viasat Turbo, esse produto é resultado dos testes realizados pela operadora desde 2019 com o serviço de Internet para comunidades, principalmente em áreas com infraestrutura precária. 

Viasat

A diretora de marketing e vendas da empresa, Juliana Teixeira, informou ao Teletime que a comercialização e operação do serviço já começaram no interior do Ceará, com planos de expansão para Piauí e Bahia. Inicialmente, o Nordeste será o foco, mas há previsão de expansão para outras regiões ao longo deste ano.

Segundo a executiva, o início da atuação no mercado cearense foi considerado um dos mais desafiadores, devido à maior penetração de fibra na região. 

A ideia da empresa era testar onde seria mais difícil desenhar um produto que realmente se adequasse à população local, buscando um verdadeiro “match”. 

Além disso, os testes iniciais com WiFi Comunitário em São Paulo em 2019 mostraram que a realidade era diferente do observado em outros mercados da América Latina, como o México. 

A executiva explica que, mesmo sem conectividade, as pessoas na região já possuem smartphones, pois os utilizam em viagens, seja em WiFi ou em rede móvel. Portanto, ter um produto baseado em um único hotspot não seria eficiente.

“Diferente do México, as pessoas aqui, mesmo sem conectividade, já têm smartphone porque usam quando viajam, seja WiFi ou em rede móvel. Então não adiantava ter um produto em single hotspot”, afirmou.

A empresa concluiu que seus clientes de classes menos favorecidas não estavam interessados em enfrentar barreiras ou restrições no mercado. Com base nessa constatação, a empresa decidiu fornecer conectividade por meio de uma solução de banda larga fixa.

Escala e valores da Viasat Turbo 

Com o objetivo de levar conectividade a áreas de difícil acesso, a Viasat utiliza a capacidade satelital como backhaul e implanta uma CPE (Customer Premises Equipment) na região desejada, oferecendo a última milha por meio de tecnologias como rádio ou fibra em um raio de 5 km. 

Essa estratégia é focada em localidades pequenas, como micro povoados que nem mesmo são listados nos setores censitários do IBGE, onde há desafios de acesso devido a questões geográficas ou falta de infraestrutura.

Os planos do Viasat Turbo têm preços a partir de R$ 85, variando de acordo com a localidade, e o contato pode ser feito por meio de parceiros comerciais locais ou canais digitais como o WhatsApp. A operadora passará a atuar com essa nova oferta por meio de seu time comercial. 

A diretora da empresa destaca o interesse demonstrado no boca-a-boca, considerando o perfil dos moradores dessas regiões que frequentemente viajam entre cidades e povoados para trabalho, comércio ou lazer. O modelo de negócios é equacionado com a seleção cuidadosa das localidades com potencial de expansão.

Com essa oferta, a Viasat busca ganhar escala, atualmente contando com uma base de aproximadamente mil clientes que realizam recargas regularmente. 

A estratégia é iniciar pelo Nordeste, onde há uma maior lacuna de conectividade, e depois expandir para o restante do Brasil até o final do ano, podendo se estender à medida que novas localidades e desafios forem sendo identificados. 

A empresa também se prepara para lidar com casos onde não há energia elétrica, instalando painéis solares em conjunto com o backhaul de satélite para garantir o funcionamento e entrega do sinal nessas áreas remotas.

Lançamento do satélite

Segundo Juliana Teixeira, o lançamento da nova oferta coincidiu com o lançamento do ViaSat-3, o primeiro de três satélites geoestacionários da operadora que cobrirá as Américas. O satélite será enviado ao espaço em 18 de abril, da base do Cabo Canaveral, na Flórida (EUA), se tudo ocorrer conforme planejado. 

Juliana explicou que a data foi uma coincidência, pois o Viasat Turbo já estava sendo planejado e ajustado há anos. Ela destacou que com o lançamento dos três satélites geoestacionários para cobrir o mundo inteiro e com sua enorme capacidade, haverá uma inovação significativa, possibilitando a cobertura de áreas marítimas e terrestres com tecnologia diferenciada.

4 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
4 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários