24/07/2024

Centro de Informática da UFPE lança laboratório aberto para o 5G

Objetivo da iniciativa é promover a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação na área de software para aplicações baseadas em 5G.

Nesta segunda-feira (03), o Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), anunciou o lançamento do projeto 5G Open Labs Brasil, o primeiro laboratório aberto para desenvolvimento de aplicações e testes de software da tecnologia no Brasil. A iniciativa será financiada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).

O projeto conta também com a coordenação do CIn e a participação do INES (Instituto Nacional para Engenharia de Software). O lançamento do 5G Open Labs Brasil ocorreu nesta terça-feira (04), em um evento no Anfiteatro do Centro de Informática da UFPE. Autoridades governamentais, representantes do setor de telecomunicações e de outras indústrias, bem como pesquisadores do CIn e do INES marcaram presença.

O Open Labs faz parte da Agenda 5G, programa que vem sendo elaborado pelo governo com o objetivo de desenvolver um ecossistema nacional para aplicações integradas das novas tecnologias nos setores público e privado.

O objetivo do projeto é promover a pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de software para aplicações baseadas em 5G, assim como a concepção de laboratórios para desenvolvimento e testes. Por isso que o 5G Open Labs Brasil vem com um modelo aberto, com a implantação de laboratórios em parceria com a indústria, operadoras de telecomunicações, provedores de conteúdo e serviços, vendedores de equipamentos de telecomunicações, startups e demais atores do setor de desenvolvimento de software.

O projeto buscará desenvolver soluções de software para setores como a indústria 4.0, agronegócios, saúde, finanças, segurança, setor automotivo, educação, mineração, óleo e gás, assim como os órgãos governamentais.

O 5G Open Labs terá 20 bolsistas dedicados ao desenvolvimento de uma aplicação 5G a ser definida nas próximas semanas. O MDIC solicitou a órgãos do governo federal ideias de soluções tecnológicas para suas respectivas áreas e aguarda o retorno das propostas para decidir, em conjunto com o Ines, qual delas será desenvolvida e testada. A entrega da solução está prevista para novembro deste ano.

O professor Kelvin Dias, coordenador da pesquisa e pesquisador do CIn, acredita que “A iniciativa do MDIC chega no momento certo. Com o avanço na implantação das redes móveis de quinta geração no Brasil, é fundamental que os atores do ecossistema 5G fomentem o desenvolvimento de aplicações para os diversos setores da sociedade e da economia”.

Kevin também falou da importância da expansão do projeto para outras localidades do país.

“A nossa expectativa é que a partir desse projeto tenhamos mais laboratórios espalhados pelo país e soluções de software que atendam não apenas ao mercado interno, mas que também sejam competitivos internacionalmente”, conclui.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários