Deputado tenta barrar decisão da Anatel no caso AT&T e WarnerMedia

Acórdão autorizando a fusão entre os grupos americanos de mídia já foi publicado no Diário Oficial da União.

Quando a novela parece ter acabado, surgem novos capítulos da trama. Nesta terça-feira, 18, o Diário Oficial da União publicou o acórdão da decisão do Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovando a compra da WarnerMedia pela AT&T. No entanto, o deputado federal Paulo Teixeira (PT/SP) ainda tenta barrar o negócio.

Em 13 de fevereiro, o parlamentar entrou com representações junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Ministério Público Federal (MPF), contra a Anatel e os conselheiros que votaram a favor da fusão das empresas americanas (Vicente Aquino, Moisés Moreira e o ex-conselheiro Aníbal Diniz).


Segundo Paulo, a operação é ilegal diante dos artigos 5 e 6 da Lei do SeAC, que restringe a propriedade cruzada no setor de TV por assinatura. O grupo de mídia é proprietário da SKY, e a legislação atual impede que uma mesma empresa seja produtora e transmissora de conteúdo.

Na argumentação da Anatel, a lei atual permite a concentração vertical do setor, em seu artigo 4. Quanto ao artigo 5, os canais da WarnerMedia são estrangeiros e, no entendimento dos conselheiros, a legislação se refere apenas às emissoras nacionais.

“As ações dos representados caracterizam, em tese, afronta aos princípios que regem a Administração Pública, notadamente o da moralidade, podendo ensejar a prática de ato de improbidade administrativa” afirmou Teixeira em sua representação.

VIU ISSO?

–> Definido: SKY e Warner agora pertencem à mesma companhia

–> Desejada por brasileiros, a AT&T é mesmo tudo o que dizem?

–> AT&T vende operações na América Latina para pagar dívidas

O deputado pede aos órgãos uma auditoria e uma instauração de inquérito civil público para apurar os fatos.

Moisés Moreira, conselheiro da Anatel, se diz tranquilo sobre sua decisão e que pretende encaminhar todos os esclarecimentos ao TCU e ao MPF.

Leonardo Euler, presidente da Anatel, acredita que a competência das decisões da agência não deve ser questionada, pois é atribuída justamente a ela esse tipo de decisão.

O deputado Paulo Teixeira é autor de projetos de lei que pretendem regular o mercado de streaming e igualar o serviço ao de TV por assinatura em suas obrigações.

Com informações de Teletime.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Tauan Fontoura

Tinha que ser do PT.
Ôh bando de raça ruim.
Essa quadrilha deveriam ir todos pra cadeia.

Cidade - UF
Porto Velho RO
Tailor Durante

Menos a quadrilha bolsonarista, os bajuladores de miliciano ., O seu ódio não tem limite, claro , um caso como seu merece acompanhamento psiquiátrico.

Cidade - UF
Lindoeste PR