Nokia: Brasil precisa dobrar o número de ERBs para o 5G

COMPARTILHAR:

Atualmente o Brasil conta com mais de 90 mil estações radiobase.

O Brasil precisa  dobrar o número de ERBs (estações radiobase) para se tornar competitivo no mercado global 5G. Essa é perspectiva do diretor de negócios da Nokia no Brasil, Luiz Tonisi. O executivo diz que cerca de 100.000 ERBs precisam ser adicionadas.
 
Tonisi, durante o evento Painel Telebrasil, disse que a Nokia já forneceu cerca de 7.000 estações radiobase 5G-Ready para as operadoras brasileiros. Os dados de março indicam que o Brasil tinha cerca de 93.800 estações de base móveis ativas, das quais 641 foram instaladas em 2019.

 

O executivo da Nokia foi bem enfático em relação ao assunto: Precisamos de 100 mil novas ERBs. Sem isso, não vamos competir com ninguém”. 
 
Não é apenas no Brasil que o número de estações precisa aumentar. Atualmente são 7 milhões de ERBs em todo o mundo. Tonisi diz que esse montante também precisa dobrar. 
VIU ISSO?
 
“O 5G é um ecossistema, e não apenas rádio. Se não preparar e modernizar o core, o transporte, [adotar] redes definidas por software, orquestração fim a fim e edge computing [não adianta]”.
De acordo com a TIM a expectativa é que o 5G chegue ao Brasil em 2021. O leilão de frequências, etapa importante para o processo de implementação da tecnologia, será realizado em março de 2020. 

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
7 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários