sexta-feira, 3 de maio de 2019

Embratel e Claro lançam projeto IoT para o agronegócio

Parceria tem como finalidade promover o desenvolvimento de serviços de IoT para o agronegócio.


As operadoras brasileiras Embratel e Claro, que fazem parte do mesmo grupo, firmaram uma parceria com os institutos de pesquisa Eldorado e Embrapa Meio Ambiente para o desenvolvimento de serviços de IoT para o agronegócio, reporta o Teletime. 

As operadoras fornecerão infraestrutura de rede móvel (2G, 3G e 4.5 G) e também novas redes voltadas para IoT (NB-IoT e CAT-M). Além disso, a Embratel também fornecerá um ambiente de computação em nuvem.


O projeto Fazenda Conectada será realizado no Condomínio inovar, nas dependências da Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariuna (São Paulo).

“O agronegócio brasileiro é um importante contribuinte para o PIB nacional e um setor estratégico para a Embratel”, explica Eduardo Polidoro, diretor de Negócios de IoT da Embratel, "lembrando que as soluções irão levar mais produtividade e redução de custos para o segmento, que ainda está em fase inicial de transformação digital", completa o executivo.

VIU ISSO?

“A Embratel, Claro, Embrapa e Instituto Eldorado irão estruturar e viabilizar modelos de conectividade, tecnologias e plataformas para atender as necessidades do agronegócio com o acordo. Vamos levar diversas inovações ao mercado”, afirma Marcelo Morandi, chefe-geral da Embrapa Meio Ambiente.

“O Eldorado completa seus 20 anos inovando, e a inovação só acontece através da experimentação. É muito importante a cooperação entre os envolvidos, em seus experimentos e projetos, validando soluções e, com isso, potencializando a inovação no agronegócio”, afirma Roberto Soboll, superintendente do Instituto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.