terça-feira, 7 de maio de 2019

Claro: eSIM irá matar o chip tradicional de celular

Operadora diz que a transição do chip tradicional para a solução embarcada é inevitável.


O mercado ainda é dominado pelo chip tradicional de celular, o SIM Card, que precisa ser inserido manualmente pelo usuário no aparelho, mas no futuro uma tecnologia embarcada, o eSIM irá matar o chip convencional, que vem evoluindo, passando por diversões padrões, desde o início dos anos 90: SIM, Mini-SIM, Micro-SIM e Nano-SIMN.

Leonardo Contrucci, diretor de inovação da operadora Claro, comentou sobre essa transição inevitável - e necessária, durante o evento Tela Viva Móvel, promovido pelo site Mobile Time, do SIM tradicional para o e-SIM, ou eChip, que é a forma como a operadora chama a tecnologia no mercado.



"Estamos matando o SIMCard. É uma inovação simples, mas ninguém tinha parado para pensar, pois não era um incomodo para o cliente. Mas há uma série de aspectos positivos para ele, pois há uma mudança na experiência do usuário. Ele consegue, por exemplo, ativar o chip de forma virtual; pode decidir a operadora que deseja, sem precisar se mexer"

A Claro passou a oferecer o eChip a partir do dia 29 de março. Até o momento, os únicos smartphones vendidos oficialmente no Brasil compatíveis com a tecnologia são os iPhones mais recentes. iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max. A operadora também oferece o suporte ao eChip no smartwatch Galaxy Watch

Lembrando que até o momento a experiência com a implementação do eSIM no Brasil tem decepcionado. Tanto a Claro quanto a Vivo, que também oferece o serviço, estão com dificuldades no processo de ativação. Entenda melhor essa história aqui e aqui. Lembrando que no caso da Claro, a operadora disse que o problema foi pontual, e que seu sistema de ativação do eSIM já está funcionando sem falhas.



8 comentários:

  1. Será o futuro. Mas deverá demorar, devido a ter celulares compatíveis com a tecnologia. E as que são não são acessíveis a população.

    ResponderExcluir
  2. Ativei o meu da claro hoje sem qualquer problema no pré pago.
    Mesmo após voltar hoje embasado com o Feedback da própria claro que o e-chip está disponível em todos os planos incluindo o PRÉ PAGO.
    Os atendentes, percebi que tem mal vontade em ativar, creio que devido não ser comissionado ou algo do tipo. Os atendentes da loja Vivo em Santarém-Pá, não demonstraram interesse em ativar e botaram um monte de gosto ruim, mesmo dizendo que assinaria o controle e cancelaria após 1 mês, se recusaram a fazer o plano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente é geral. Quando vc. vai em uma loja de qualquer operadora e fala que quer um chip "pré" ou resolver assunto de uma linha do tipo, quase te deixam falando sozinho, fazem pouco caso ou em muitos casos, falam que não podem ou não conseguem atender a solicitação. Agora se for plano Controle ou Pós... a coisa muda de figura!

      Excluir
  3. Na maioria das vezes é assim os atendentes nunca tem o chip pré agora estão com os empregos com os dias contados,assim que sair um aparelho compatível com um preço mais acessível vou comprar, hoje tenho mais medo em perder meu chip do que o celular.

    ResponderExcluir
  4. Toda mudança é assim, demora tempo pra engrenar... Qndo surgiu o GSM foi assim e será com o eChip, normal.

    ResponderExcluir
  5. Pra mim não será bom. Vivo trocando de aparelho, devido a baterias ou outras comodidades. A não ser que eu possa ativar um único número em vários aparelhos

    ResponderExcluir
  6. Ao invés de melhorem o serviço, ficam inventando moda

    ResponderExcluir
  7. Vantagem aparelhos que praticamente serão inúteis na mão de ladrões
    vai reduzir muito o número de roubos e furtos.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.