sábado, 20 de abril de 2019

Processo para recadastramento de clientes pré-pago foi iniciado

Processo faz parte da primeira etapa de um projeto que visa garantir mais segurança em relação ao cadastramento de linhas.


Foi dada a largada para a primeira etapa do projeto Cadastro Pré-pago, medida que atende a lei 10703/2003, que trata do Regulamento do Serviço Móvel Pessoal. Esse processo envolve um recadastramento para os clientes pré-pago, atingindo qualquer usuário que tenha alguma pendência cadastral com sua operadora.

Os clientes recebem um SMS informando sobre a necessidade da atualização dos seus dados. A mensagem, inicialmente, está sendo enviada para os consumidores com DDD 62, na região de Goiás.


Aqueles que receberem a notificação via SMS terão 30 dias, contando a partir do dia 24 de abril, para realizar o recadastramento dos dados. Caso não seja feito a linha será bloqueada.

VIU ISSO?


Como realizar a atualização dos dados?

Basta entrar em contato com a central de sua operadora e informar os dados básicos de titularidade da linha (nome completo, CPF, endereço com CEP). 

A partir do dia 26 de junho o processo será ampliado para mais 10 estados ( demais municípios de Goiás, Acre, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Tocantins e Santa Catarina), em 17 de julho o recadastramento chega para o restante do Brasil.

"A atualização cadastral dos clientes que utilizam o serviço pré-pago é a primeira etapa do projeto. Numa segunda etapa, que se inicia em março de 2020, as empresas passarão a adotar um novo modelo de cadastro para novas ativações de celulares pré-pagos", explica o Sinditelebrasil, Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal. Caso queira saber mais sobre esse processo clique aqui.


8 comentários:

  1. Apoio o recadrastamento isso era pra a contecer todo ano asim como e a prova de vida do INSS TEM MUITAS PESSOAS QUE USA O CPF DOS OUTROS PARA CADRASTA CHIPS PREPAGOS AGORA O CHIP DA BANDIDAGEM QUE USA O CPF DOS OUTROS VAI A CABA.

    ResponderExcluir
  2. O recadastramento deveria iniciar imediatamente para todos os chips em todos os estados, mas como quase tudo no Brasil tem prazos intermináveis.

    ResponderExcluir
  3. Nesse "recadastramento", pode mudar o titular (usar dados diferentes)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Acho q não amigo. Nessa primeira etapa, será só ligar e confirmar os dados. Mas na segunda q está prevista para 2020 acho q será mais rigorosa.
      Oq pode-se fazer agora é ir até uma loja com o titular e fazer a troca, ou por telefone algumas operadoras aceitam. Se não houver a confirmação dos dados, a linha será bloqueada. Pelo q li, tem pessoas q usam a linha de um parente falecido e isso vai acabar.
      No meu caso, com certeza entrarei na malha fina rs. Comprei meu chip na rua e cadastrei somente com o meu CPF, com certeza terei q ligar. Acho q na segunda etapa, através do app da operadora o cliente terá q tirar fotos dos doc (CPF, identidade e comprovante de residência) e uma selfie, mesmo sistema de usado na abertura de contas digitais dos bancos.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.