segunda-feira, 15 de abril de 2019

Genebra proíbe 5G até que fique claro que não afeta a saúde

Principal empresa de telecomunicações da Suíça rebate, dizendo que os medos em relação ao 5G são infundados.


Genebra, cidade da Suíça, resolveu parar temporariamente a implantação de redes 5G em seu território, até que "estudos científicos independentes" demonstrem que a tecnologia não afeta a saúde.

A frequência é quase o mesmo que no 4G, mas o 5G será utilizado para conectar objetos entre si. O ambiente será mais carregado com ondas eletromagnéticas e ninguém sabe se a sua acumulação será prejudicial para saúde ", disse o promotor da iniciativa, Bertrand Buchs, que pertence ao Partido Democrata Cristão da Suíça, de acordo com uma publicação do jornal El Mundo.



A moção foi debatida com urgência em Genebra apelando para o princípio da precaução, foram 58 votos a favor, 28 votos contra e uma abstenção. 

VIU ISSO?


A transição para as novas redes celulares de quinta geração - conhecidas como 5G - também terá impacto em muitos outros tipos de dispositivos, incluindo robôs industriais, câmeras de segurança, drones e carros que enviam dados de tráfego uns aos outros. 

A empresa de telecomunicações sueca, Swisscom, declarou que "os medos relacionados com esta tecnologia são infundados porque nunca foi demonstrado que o uso destas frequências é perigoso”, 

A companhia pretende oferecer 5G em toda a Suíça até o fim do ano. 


Um comentário:

  1. Como se o 4g (que já tem velocidade alta o suficiente) operasse em 6 ghz , 11ghz e 30 ghz... óbvio que o 4g não ocupa essas frequências mais altas, quem as ocupam são deixa eu ver , satélites (que usam baixa potência e vc precisa de uma antena gigante pra receber suas ondas; e por último e não menos importante, os radares militares, esses são a fonte de medo por parte da população pois são conhecidos por fritar aves no ar) ,não seria uma baita coincidência o 5g fritar aves no ar ?

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.