Um em cada quatro roteadores é vulnerável a ataques de hackers

Levantamento da Avira revela que cada roteador vulnerável pode ter mais de 6 portas para invasão.


Um componente essencial para garantir a conexão banda larga é o roteador, ele acaba sendo a via para o tráfego de informações e também é um alvo constante de cibercriminosos. Muitos usuários acabam negligenciando dicas básicas de segurança o que só aumenta a eficácia dos ataques. 


De acordo com a Avira, fornecedora de soluções antivírus distribuídas no Brasil pela Nodes Tecnologia, um em cada quatro roteadores domésticos estão vulneráveis a invasões cibernéticas. A empresa alerta que cada um deles pode ter mais de 6 portas abertas para possíveis ataques.


A Avira chegou a essa conclusão com base na análise de mais de 845 mil dispositivos inteligentes, verificando se haviam vulnerabilidades não corrigidas e recomendas.
O resultado foi o seguinte:

Mais de um quarto dos 137 mil roteadores identificados, 26,2%, possuíam portas abertas, deixando-as vulneráveis a invasores e, pior, muitas vezes havia várias portas abertas por roteador, indicando que, se uma rede doméstica estivesse insegura, provavelmente seria muito insegura. O problema mais comum foi com portas FTP abertas (150 mil), que é o protocolo de rede padrão para transferir arquivos de computador. 
A pesquisa global revelou também uma média de 6 dispositivos conectados em cada residência, um indicador de que as redes domésticas inteligentes estão ficando maiores. 

“Ter uma casa inteligente é ótimo, pois as coisas são mais rápidas, melhores e mais baratas de usar. No entanto, para garantir que as pessoas possam tirar proveito dessas novas tecnologias, também é necessário garantir a segurança contra possíveis invasões”, comenta Travis Witteveen, CEO da Avira.


VIU ISSO?


Dispositivos tradicionais – computadores (31%), smartphones e tablets (20,8%) – estão prestes a se tornar uma minoria entre o crescimento de outros dispositivos inteligentes, como TVs e rastreadores de exercícios.
“Os resultados mostram que as pessoas precisam dar uma olhada mais de perto na segurança de suas casas inteligentes e fazer algumas mudanças, especialmente em seus roteadores. As portas destes equipamentos estando abertas permitem que qualquer pessoa possa entrar em sua rede e capture ou troque informações com o dispositivo on-line”, afirma Vikas Seth, diretor do Avira Connect, aplicativo da Avira.

Recentemente vimos o caso de cinco modelos de roteadores entregues aos clientes da operadora Vivo que, por padrão, já adotam um modelo que enfraquece a segurança do dispositivo. 
O especialista em rede Mateus Gomes, responsável pela descoberta, explicou o caso: A vulnerabilidade se trata de uma senha padrão fraca usada nos roteadores. Normalmente, quando é instalado o modem, é gerada uma senha aparentemente aleatória para, na teoria, dificultar ataques de força bruta em determina rede. Porém, os números não são nada menos do que parte do MAC do endereço físico do roteador junto com os últimos nomes da rede WiFi”.


Clique aqui para conferir dicas para deixar o roteador da sua casa mais seguro.



About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*