quarta-feira, 27 de março de 2019

Oi irá se desfazer de ativos importantes em 2019

Até a divisão de telefonia móvel e fixa pode ser vendida.


Reconstrução estratégica. Essa é a situação atual da operadora Oi, de acordo com Carlos Brandão, diretor financeiro da companhia que está em recuperação judicial desde 2017. Parte dessa reconstrução passará em 2019 pela venda de ativos tradicionais.

Em declaração ao “Jornal o Globo”, o executivo declarou que é preciso canalizar os recursos para o aumento dos investimentos.


A companhia, que tem 4 fundos estrangeiros como principais acionistas, está numa fase preliminar de estudos estratégicos sobre que caminhos serão adotados. Nessa primeira fase o objetivo seria a venda dos seis mil quilômetros de fibra ótica em São Paulo, cinco data centers espalhados pelo Brasil e um conjunto de 400 torres. Sua operação em Angola, avaliada em US$ 1,1 bilhão, também deve ser desfeita.

VIU ISSO?


Isso não é tudo, conforme já se comenta há algum tempo, a operadora também poderia se desfazer de suas operações no segmento de telefonia fixa e móvel. Quando começou a pipocar os primeiros rumores sobre essa questão foi ventilado que uma das interessadas na divisão de telefonia móvel da Oi é a China Telecom.

A infraestrutura de cobre, e parte da de fibra também poderiam ser vendidas, declarou o diretor financeiro da Oi.

Essa fase de reconstrução também passa por um maior investimento. Em 2018 a Oi investiu R$ 6 bilhões - 8% a mais que em 2017. Para 2019 a meta são R$ 7 bilhões!


8 comentários:

  1. Se a Oi vender sua parte de telefonia móvel, acabou! Ela pode investir 1000x em fibra mas não conseguirá mais se manter no mercado. Todas as outras que fizeram isso, tiveram suas operações encerradas e vendidas. Todas as operadoras que se matem no mercado Mundial de telecomunicações, só consegue, porque integram Móvel, fixo, banda larga e Tv. Vide Deutsche Telekom, AT&T, Vodafone, Telecom Italia, Movistar e O2. Todas esses citadas tem esses servicos integrados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo porém as coisas estão mudando cada vez mais no fixo houve uma perda lastimável,pois a linha móvel chegou para substituir a linha fixa com planos ilimitados.Eu mesmo cancelei tudo na oi e peguei uma operadora só para internet e no móvel de outra operadora ilimitados.

      Excluir
  2. Se isso for a estratégia, é a estratégia mais idiota e desastrada possível. AT&T esteve a beira da falência em 2007, mas, conseguiu se restruturar e continuar, sem vender sua parte móvel.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei perdido rsrs, ela quer se desfazer é de tudo rs. Se a intenção é começar do zero dificilmente conseguirá crescer muito novamente! Se isso acontecesse ela poderia buscar crescer a princípio como Nextel,mas em apenas algum nicho, é o que acho que pode ser.

    ResponderExcluir
  4. Vai vender a fibra para investir em fibra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei a mesma coisa! E vender a Fibra que tem em SP, como assim? Todas querendo entrar no Estado mais rico e ela querendo sair, vai entender.

      Excluir
  5. É óbvio. A casa caiu. Essa operadora só se mantém ainda porque tem dedinho do governo no meio. Prejuízo atrás de prejuízos. Recuperação judicial é o nome bonitinho que se dá ao calote final.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.