Procon notificará a Claro pela propaganda do 4.5G

Diretor do Procon-SP diz que a propaganda pode ser classificada como enganosa.


O assunto da forma como a Claro divulga o seu serviço 4.5G ainda está dando o que falar. Embora a operadora, em posicionamento enviado ao Minha Operadora, alegue que o logo do 4.5G atende padrões internacionais e as normas publicitárias legais do Brasil, o Procon-SP notificará a companhia.


Caso você esteja por fora do assunto vale um resumo. A Claro nos últimos dias se viu em meio a uma polêmica em relação ao material publicitário do 4.5G, serviço que garante maior velocidade e estabilização de navegação em relação ao 4G convencional. 


No banner a parte escrita 5G aparece bem mais destacada, que o 4, que está menor, o que pode gerar algumas interpretações que não condizem com o que o serviço realmente é, passando a impressão que seria o 5G, a quinta geração de conexão móvel. 




VIU ISSO?

Em declaração ao site Canaltech, Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP foi bem direto em relação ao assunto: “Essa propaganda veiculada pela Claro sobre o produto 4.5G pode ser classificada como publicidade enganosa. É proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. Por quê? Porque essa publicidade se serve de um expediente fraudulento. Ela coloca o 4.5G com o 4 bem pequenininho, e usa uma formatação do número 4 que nem parece ser um número. Aí temos um 5 bem grande”.
A notificação que será enviada para a operadora está sendo produzida. A Claro terá que se explicar em relação ao assunto, e caso fique definido que se trate realmente uma campanha que induz a uma coisa que ela não vende, a operadora pode ser multada. 

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*