sábado, 26 de janeiro de 2019

Polônia deve banir 5G da Huawei, diz agência de notícias

A Polônia, segundo fontes ligadas ao governo, deve ser o próximo país a banir os equipamentos 5G da Huawei.


Passam os dias e aumenta a lista de países que irão banir (ou ao menos cogitando) equipamentos 5G da Huawei, devido as suspeitas de espionagem, levantadas pelos Estados Unidos. De acordo com a Reuters a Polônia é a nação da vez que pretende barrar a Huawei, juntando-se a Nova Zelândia, Estados Unidos e Austrália. 

No inicio do ano foi preso na Polônia Wang Weijing, que era diretor de vendas na Huawei no pais europeu. Weijing, que foi demitido pela Huawei após o caso, foi preso sob supostas acusações de espionagem em nome da China. Também em declaração e Reuters o advogado do executivo preso disse que seu cliente não é culpado e nem espião.


Após a prisão a Polônia praticamente colocou a Huawei numa lista de empresas que não são bem vindas, principalmente para por nos trilhos sua rede 5G. 

Fontes garantes que autoridades do governo polonês estão conversando com aliados da União Europeia e da América do Norte sobre os próximos passos que devem ser adotados. Até o momento nenhum outro fabricante foi apontado como substituto para a Huawei. Dentre as opções estão a finlandesa Nokia e a sueca Ericsson.

VIU ISSO?



“Prender um espião significa o fim da discussão”, disse um funcionário do governo, que falou sob condição de anonimato. “Eu acho que os chineses não estarão presentes no 5G na Polônia”.

O presidente da Polônia, Andrzej Duda, também reforça o discurso. Estou definitivamente mais perto de cooperar com empresas europeias ou com as dos Estados Unidos do que com produtores da Ásia, declarou o chefe de estado em ao site polonês money.pl.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.