Telefônica, dona da Vivo, irá distribuir R$ 1,3 bilhão a acionistas

Valor será pago no dia 17 de dezembro.


A Telefônica Brasil, dona da Vivo, aprovou o pagamento de Juros sobre o Capital Próprio (JCP), relativo ao exercício social de 2018, no montante de R$ 1,3 bilhão, com retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 1,1 bilhão.


Conforme previsto no artigo 28 do Estatuto Social da Companhia, tais juros serão imputados ao dividendo mínimo obrigatório do exercício social de 2018, ad referendum da Assembleia Geral de Acionistas a ser realizada em 2019.


O valor equivale a R$ 0,7497 por ação ON e R$ 0,824 por ação PN. O crédito foi deliberado pelo Conselho na semana passada.

De acordo com a operadora, o crédito dos JCP será realizado de forma individualizada a cada acionista, com base na posição acionária constante nos registros da Telefônica ao final do dia 17 de dezembro deste ano. 
Após esta data, as ações serão consideradas “ex-juros”. O pagamento desse provento será realizado até o final do exercício social de 2019, devendo a data ser definida pela diretoria da empresa.

Conforme especialistas do mercado financeiro, embora esse anúncio contribua para aumentar ainda mais o dividend yield da Vivo no ano, ele é esperado e em linha com o anúncio de dezembro do ano anterior. Sendo assim, é considerada uma ação neutra.

Em setembro, a Telefônica distribuiu R$ 2,4 bilhões aos acionistas referentes ao lucro do grupo no primeiro semestre do ano.



3 Comentários

  1. Lucra, e não oferece um serviço de fibra em SP capital, só existe em bairro nobre e centro, empresa lixo.

  2. Por isso que a Mercenária cobra tão caro por seus serviços. Tira do cliente e dá tudo pros Acionistas.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*